A recente aposta de Sérgio Conceição em Óliver Torres tem gerado enorme buzz entre os adeptos e media, tendo a GoalPoint sido dos primeiros a medir o seu impacto positivo nos “dragões”. No entanto, há outro médio a aproveitar da melhor forma a confiança depositada pelo técnico: Otávio Monteiro, que frente ao Lokomotiv entrou aos 68 minutos ainda a tempo de colorir o resultado final com aquele que foi, para muitos, o golo mais bonito da noite.

O médio-ofensivo brasileiro vai vivendo uma semana em grande, já após o papel decisivo que desempenhou na tradicionalmente difícil deslocação aos Barreiros, também esse a partir do banco. No entanto, estes momentos de influência directa de “Otavinho” no marcador são apenas cerejas no topo do bolo de um desempenho cujos números demonstram globalmente positivo neste arranque de época, senão vejamos os seus principais indicadores na Liga NOS e Champions League, colocados lado a lado:

GoalPoint-Otávio_2018_vs_Otávio_2018-1-infog
Clique para ampliar

A base de análise ainda é curta, mas permite já identificar o bom rendimento de Otávio, que foi chamado a cumprir cerca de 62% dos minutos jogados pelo Porto até agora, na Liga e na Champions, contribuindo não só para mexer com o marcador a cada 104 minutos, como sublinhando qualidades que desde cedo revelou, desde o apoio defensivo que oferece, passando pelo número de faltas que conquista a favor da equipa, e terminando na disponibilidade para ora jogar pelo centro ora mais descaído pela direita (opção mais frequente, sobretudo na Liga).

No entanto, nada surge por acaso. Sérgio Conceição tem as razões para esperar o melhor de Otávio, ou não tivesse sido ele o homem que o liderou no decorrer de grande parte da época 2015/16, em Guimarães, e na qual o brasileiro apresentou um desempenho que justificou a sua escolha como Moneyball Player GoalPoint e que prenunciava a qualidade que vem confirmando neste arranque de temporada.

Moneyball Players | Otávio, o prometido
Clique na infografia para ampliar