Craque do Dia | Como Locatelli desmontou o relógio suíço 🕰️

-

Aquando do final do terceiro jogo pensámos que a eleição do Craque do Dia de quarta-feira seria renhido, entre Manuel Locatelli e Gareth Bale. Mas não. O galês fez uma exibição extraordinária frente à Turquia, mas quem arrebatou os corações dos GoalPointers foi mesmo o italiano, que despedaçou a Suíça no derradeiro encontro do dia e mereceu a preferência de 65,3% dos votos.

Acreditamos que a escolha também estará ligada à forma avassaladora com que a Itália “despachou” a Suíça, completamente “sem espinhas”, ao contrário do que aconteceu no embate do País de Gales ante a Turquia. A exibição de Gareth Bale teve momentos de pura classe e até poderia ter atingido a primeira nota máxima nos GoalPoint Ratings, mas aquele penálti falhado impediu esse facto. Já Locatelli como que derrubou quase sozinho os helvéticos, apesar de a Itália ter estado imparável como um todo.

GoalPoint-Italy-Switzerland-EURO-2020-MVP
Clique para ampliar

O médio do Sassuolo, que já tínhamos destacado em Fevereiro deste ano, marcou os dois primeiros golos da “squadra azurra”. No primeiro iniciou a jogada com um passe longo perfeito para o seu colega de equipa no Sassuolo, Domenico Berardi, que galgou metros pela direita antes de cruzar rasteiro para a emenda de Locatelli. Um golo extraordinário que teve continuação na segunda parte, com o médio a bisar através de um forte remate em zona frontal, de fora da área. No final, Locatelli somava dois golos em dois remates, três passes ofensivos valiosos e 90% de eficácia de passe.

[ À esquerda os 49 passes de Locatelli, só 5 errados, à direita as 57 acções com bola, quatro na área suíça ]

Mais descaído para a esquerda no meio-campo do 4-3-3 italiano, Locatelli acertou 44 passes, entre eles três de quatro longos, e esteve um pouco por todo o lado, assumindo uma função de número “8” com grande capacidade de aproximação à área contrária, e a sua capacidade física permitiu-se ser quase um “box-to-box”, que usa a inteligência táctica para se superiorizar aos adversários. E foi exactamente isso que fez contra os helvéticos.

[ O primeiro golo de Itália e de Locatelli ]

Um tiro no pé do Milan

Locatelli tem apenas 23 anos e fez praticamente toda a formação no Milan. E nesta altura, a formação italiana deve estar a amaldiçoar a hora em que deixou sair este enorme talento para o Sassuolo, sem acautelar o futuro. Em 2018/19 o Milan emprestou-o ao Sassuolo e no final dessa época deu-se a transferência a título definitivo, por €12M, sem cláusula de recompra e, segundo as notícias, para abrir caminho ao empréstimo de Tiémoué Bakayoko, então do Chelsea – isto ao mesmo tempo que os “rossoneri” enviavam Leonardo Spinazzola para a Roma, em troca por Luca Pellegrini, entretanto emprestado ao Génova e ao Cagliari. Gestões…

GoalPoint-Italian-Serie-A-2020-Manuel-Locatelli-infog
Clique para ampliar

A verdade é que, nestas três temporadas longe de San Siro, Locatelli cresceu imenso, tendo terminado a última Serie A como um dos melhores jogadores e um extraordinário GoalPoint Rating de 6.42, com quatro golos, duas assistências, incrível qualidade de passe e qualidade para dar os equilíbrios fundamentais às equipas. Certamente não ficará muito tempo no Sassuolo…

Pedro Tudela
Pedro Tudela
Profissional freelancer com 19 anos de carreira no jornalismo desportivo, colaborou, entre outros media nacionais, com A Bola e o UEFA.com.