Craque do Dia | Cristiano Ronaldo quebra recordes 👑

-

Aqui está o primeiro Craque do Dia português, Cristiano Ronaldo, escolhido por 35,6% dos GoalPointers (também não demos escolha em termos de nacionalidade…) que votaram no Twitter. Portugal demorou 84 minutos para encontrar o caminho do golo, mas acabou por marcar três sem resposta na estreia no Grupo F do EURO 2020. A UEFA elegeu Cristiano Ronaldo como “Star of the Match”, fugindo assim, de forma inteligente, às denominações de Melhor em Campo ou Homem do Jogo, que amiúde geram discussão – e bem – sobre as principais figuras nos jogos.

Para nós o MVP, ou Melhor em Campo, foi Nélson Semedo, mas não negamos a excelente exibição de CR7… a partir de certa altura, o suficiente para bisar e bater recordes, daí fazer cada vez mais sentido a distinção entre aqueles que decidem partidas e os que, ao longo de 90 minutos (ou 120), realizam os desempenhos mais completos. Nesta perspectiva, é importante olhar para a exibição de Ronaldo de forma objectiva, destacando os diversos momentos.

GoalPoint-Hungary-Portugal-EURO-2020-MVP
Clique para ampliar

Este é o statscard de Ronaldo no jogo. Dois golos, o número máximo de remates entre todos os que estiveram sobre o relvado, dois enquadrados que entraram na baliza, mas também cinco passes ofensivos valiosos. Números muito bons de um jogador que, com esta presença e estes tentos, se tornou no primeiro futebolista a participar em cinco Campeonatos da Europa diferentes, mas também no melhor marcador de sempre da prova, com 11 golos.

[ Os quatro remates de Ronaldo ]

GoalPoint-Cristiano-Ronaldo-Hungary-Portugal-Shots-EURO2020
Clique para ampliar

O craque luso foi também aquele que mais acções com bola realizou na área contrária, nada menos que oito, mais dois que o segundo, Bruno Fernandes, e mais quatro que Diogo Jota. Numa dessas acções, o atacante desperdiçou uma ocasião flagrante na primeira parte que não estamos habituados a ver, algo que acabou por lhe afectar a nota e impedir que lutasse pelo melhor rating do jogo.

[ Todas as 49 acções com bola de Ronaldo, incluindo as oito na área húngara ]

GoalPoint-Cristiano-Ronaldo-Hungary-Portugal-Touches-EURO2020
Clique para ampliar

Contudo, a prestação do português nem sempre foi tão boa ao longo do jogo. A forma mais conservadora com que Portugal jogou a maior parte do tempo facilitou a tarefa defensiva da Hungria, algo que reduziu a quantidade de vezes que Ronaldo chegou com perigo à área – não impedindo, porém, que Portugal criasse diversos lances para marcar até ao intervalo. As entradas de Renato Sanches e Rafa Silva tiveram o condão de desmontar a defesa húngara e Cristiano aproveitou esse facto para brilhar. Só que até então chegou a andar pela cauda dos ratings, e os seus números à hora de jogo eram pálidos.

O melhor veio depois, com os tais dois golos, os recordes e a imagem final de jogador que acabou de arrasar a Hungria. E arrasou, mas não o fez sozinho, como os GoalPoint Ratings bem mostram, daí a distinção a Nélson Semedo. Um jogo tem, pelo menos, 90 minutos, e nesse tempo, o lateral foi o melhor. Só que nos momentos de decidir a contenda, o “monstro” CR7 apareceu para fazer a diferença da forma como tão bem sabe.

Pedro Tudela
Pedro Tudela
Profissional freelancer com 19 anos de carreira no jornalismo desportivo, colaborou, entre outros media nacionais, com A Bola e o UEFA.com.