Craque do Dia | Isak, o maior pesadelo da Eslováquia 👻

-

Os três jogos desta sexta-feira não produziram exibições individuais de deixar o queixo caído, mas houve um jogador que, mais do que qualquer outro, esteve um furos acima do demais e foi o responsável claro pela superioridade da sua equipa. Trata-se do ponta-de-lança sueco Alexander Isak. Não marcou, mas foi o principal causador do desnorte da Eslováquia na segunda parte ante a Suécia, e esse facto não passou despercebido aos GoalPointers, que o elegeram em peso como Craque do Dia.

Emil Forsberg foi o autor do golo da Suécia, de grande penalidade, já na segunda parte, a castigar falta do guarda-redes eslovaco, Martin Dúbravka, por falta sobre Robin Quaison. Mas apesar de não ter tido qualquer acção directa em golos nesta partida, foi o MVP do encontro, sendo ele o principal responsável pelas dificuldades da Eslováquia na segunda parte, altura em que os nórdicos foram amplamente superiores.

GoalPoint-Sweden-Slovakia-EURO-2020-MVP
Clique para ampliar

A estampa e características físicas de Isak não fazem adivinhar, à primeira vista, uma das suas principais valências, a mobilidade. O ponta-de-lança somou 44 acções com bola no jogo, 36 delas fora da grande área, uma vez que o sueco costuma procurar espaços, recuar para receber a bola e cair nas alas. E como jogador de olhos postos na baliza, integra-se de imediato nas grandes áreas contrárias, e na partida desta sexta-feira somou oito acções na área eslovaca, causando o pânico diversas vezes.

[ As oito acções com bola de Isak na área adversária ]

GoalPoint-Alexander-Isak-Sweden-Slovakia-Actions-Area-EURO2020
Clique para ampliar

Do alto dos seus 1,92m, participou em oito duelos aéreos ofensivos, número máximo da partida do Grupo E, tendo ganho quatro deles, dois na área. E se pensa que, pelas suas características, é “tosco” de pés, desengane-se. Nesta partida, Isak tentou por seis vezes o drible e teve sucesso em todas, fixando o máximo de dribles completos até ao momento neste EURO 2020, cinco deles quase no meio-campo, o que volta a mostrar a sua grande mobilidade. E ainda fez seis passes ofensivos valiosos, também o máximo da partida, sendo que um deles criou uma ocasião flagrante de golo, desperdiçada por Danielson.

[ À esquerda os seis dribles de Isak, à direita os oito duelos aéreos (a azul os ganhos ]

Uma carreira em crescendo

GoalPoint-Alexander_Isak_2019_vs_Alexander_Isak_2020-infog
Clique para ampliar

Isak começou a sua formação na Suécia, no AIK, e terminou esse processo nos alemães do Borussia de Dortmund, onde foi visto como uma grande esperança para o futuro. No entanto, demorou a explodir, sendo emprestado, em 2018(19, ao Willem II, dos Países Baixos, pelo qual fez 11 golos em 18 partidas. Algo que levou a Real Sociedad a pagar €6,5M, no arranque de 2019/20, pelo atacante nórdico. E os números mostram evolução, crescimento e a prova de que foi um óptimo investimento.

Se quiser conhecer os outros Craques do Dia, visite este link.

Pedro Tudela
Pedro Tudela
Profissional freelancer com 19 anos de carreira no jornalismo desportivo, colaborou, entre outros media nacionais, com A Bola e o UEFA.com.