Craque do Dia | Renato conquista crítica no EURO

-

Após a derrota com a Alemanha, o mundo da bola – leia-se, os adeptos em geral – reclamou mudanças no meio-campo de Portugal, com vários nomes a surgirem como favoritos, nomeadamente João Palhinha e Renato Sanches. O seleccionador Fernando Santos apostou neste último e o médio do Lille não desiludiu. Os elogios surgem de todos os quadrantes, nacionais e internacionais, e até dos GoalPointers, que foram rápidos a elegerem-no como Craque do Dia do EURO 2020, com 60,5% dos votos.

Renato entrou para o lugar de William Carvalho e, com João Moutinho (no lugar de Bruno Fernandes), formou uma dupla que tinha por missão garantir as compensações necessárias, em especial nas alas, zonas que estiveram na génese da hecatombe lusa ante os germânicos. Renato caiU mais para a esquerda, acompanhando as subidas de Corentin Tolisso e Jules Koundé, e fechou no meio numa luta titânica com Paul Pogba e N’Golo Kanté. E não se deu nada mal, gerando até “memes” que se espalharam pela internet.

[ … como este ]

meme-Renato

Os números essenciais de Renato mostram uma entrega ao jogo e uma energia que contagiaram toda a Selecção.  Além de um remate enquadrado, o jogador do Lille completou 93% dos 74 passes que realizou, somou 95 acções com bola, um dos valores mais altos do desafio, completou as três tentativas de drible, fez oito recuperações de posse (máximo do jogo) e três desarmes. Sofreu ainda três faltas, uma em zona de perigo, demonstrando uma capacidade extraordinária para proteger a posse de bola com o corpo, puxando para si vários franceses.

[ À esquerda o mapa de passes de Portugal (Renato número 16), à direita os 74 passes que o médio fez ]

França entendeu perfeitamente a importância que Renato estava a ter no jogo e não raras vezes vimos os médios gauleses a pressionarem intensamente mal o português recebia a bola, para perturbar o controlo do esférico e a tomada de decisão. Mas mesmo nessas situações, Renato soube estar à altura, protegendo a bola, como referimos, e saindo muitas vezes a jogar, graças à grande qualidade técnica e capacidade para acelerar o jogo. Este facto levou a que os próprios companheiros de equipa o solicitassem bastante no passe, em especial Rúden Dias (número 4 no mapa acima).

[ À esquerda o mapa das 95 acções com bola, à direita as 8 recuperações de posse ]

O lado esquerdo foi a zona de eleição para Renato, ordens expressas do treinador para fechar aquele lado, e tal nota-se tanto no “heatmap” como no mapa de acções como bola, embora partisse muitas vezes desse lado para galgar metros em condução para o ataque. Também as recuperações de posse aconteceram maioritariamente do lado canhoto, garantindo os equilíbrios necessários, ao mesmo tempo que causava rupturas no “miolo” francês. Em suma, uma belíssima prestação de um jogador que, pelos menos os adeptos já conquistou.

Lille, a melhor coisa que aconteceu a Renato

GoalPoint-Renato_Sanches_2019_vs_Renato_Sanches_2020-infog
Clique para ampliar

O jovem médio viveu épocas difíceis após a saída de Portugal para o Bayern. Na Alemanha não se adaptou a uma realidade muito diferente e não se impôs, e até no empréstimo ao Swansea as coisas não correram bem, com a falta de confiança a toldar o seu futebol. A chegada ao Lille em 2019/20 mudou tudo.

O futebol gaulês assenta que nem uma luva nas características de Renato, este soube reerguer-se e chegou ao EURO em grande forma, após duas temporadas de fulgor, apesar de nesta última ter vivido momentos mais complicados devido a lesões. Mas os números estão lá, as exibições não deixam ninguém indiferente e já se fala do “cerco” de vários grandes clubes ao português, incluindo… um eventual regresso ao Bayern.

Pedro Tudela
Pedro Tudela
Profissional freelancer com 19 anos de carreira no jornalismo desportivo, colaborou, entre outros media nacionais, com A Bola e o UEFA.com.