O capitão de Portugal, Cristiano Ronaldo, desperdiçou uma grande penalidade frente ao Irão, permitindo a defesa a Alireza Beiranvand aos 53 minutos. Até aí nada de extraordinário, são coisas que acontecem. Mas o que está por detrás deste momento tem muito mais peso histórico do que se podia pensar e remete para 2006, para o Mundial da Alemanha, quando o craque português marcou o seu primeiro golo na competição.

GoalPoint-Facto-Dia-25-Jun-Ronaldo-Mundial-2018-infog
Clique para ampliar

Cristiano abriu a sua contagem de golos em Mundial precisamente frente ao Irão. Tal aconteceu a 17 de Junho, em Frankfurt, no triunfo luso por 2-0. Deco marcou o primeiro golo, aos 63 minutos, e Ronaldo fez o segundo… de penálti, aos 80. Agora, frente ao mesmo adversário com o qual se estreou a marcar da marca dos 11 metros, CR7 falhou em lance idêntico. E esta foi a primeira grande penalidade desperdiçada por Portugal em fases finais de Mundiais, à oitava tentativa.

Mas há mais curiosidades neste dia de jogos:

  • O penálti português foi o 19º neste Campeonato do Mundo, um novo recorde de castigos máximos em fases finais da prova.
  • No outro jogo do Grupo B, o 1-0 de Marrocos foi o quarto golo que David De Gea sofreu na prova sem registar qualquer defesa até então. E no fim deste jogo sofreu mesmo o quinto, com uma defesa realizada entretanto.
  • O golo de Khalid Boutaïb a Espanha foi o primeiro de Marrocos em Mundiais desde 1998, quando Salaheddine Bassir marcou no 3-0 à Escócia.
  • Isco esteve envolvido em 12 golos nos últimos 15 jogos que fez por Espanha, com dez tentos e duas assistências. Iago Aspas esteve em dez golos nos dez desafios que disputou como suplente por Espanha, com seis tentos e quatro assistências).
  • Andrés Iniesta tornou-se no mais velho jogador de Espanha a realizar uma assistência num Mundial, com 34 anos e 45 dias.
  • Sergio Ramos é agora o espanhol com mais jogos por Espanha em Mundiais, 16, ultrapassando os 15 de Xavi Hernández.

Confira todos os ratings e análise do Irão – Portugal neste link, obrigado!