GoalPoint-Croácia-Dinamarca-WC2018-Ratings
Clique para ampliar
GoalPoint-Croácia-Dinamarca-WC2018-MVP
Clique para ampliar
GoalPoint-Croácia-Dinamarca-WC2018-120m
Clique para ampliar

A Croácia está nos quartos-de-final do Mundial 2018. No segundo jogo do dia a terminar 1-1 após prolongamento, a decisão do embate com a Dinamarca caiu nas grandes penalidades. E aqui, Danijel Subasic travou três pontapés nórdicos, Kasper Schmeichel “apenas” dois croatas, pelo que a formação dos Balcãs vai defrontar a Rússia no próximo dia 7.
Faz as tuas apostas com o código promocional 1xbet, para reforçar as suas finanças com as actividades deste dinâmico mercado desportivo.

Início de jogo diabólico. Logo à entrada para o segundo minuto, num lance confuso, Zanka recebeu de Thomas Delaney na grande área e rematou. O guarda-redes Danijel Subasic ainda tocou na bola, mas esta acabou no fundo da baliza da Crácia. A formação dos Balcãs respondeu de pronto e, aos quatro minutos, num lance infeliz em que Simon Kjaer tentou afastar a bola, esta embateu na cabeça do colega de equipa, Andreas Christensen, e sobrou para Mario Mandzukic, que não falhou o empate.

O jogo acalmou depois deste arranque, tentando as duas selecções evitar os erros iniciais, mas com a Croácia um pouco por cima no jogo, com 58% de posse de bola, oito remates, três enquadrados (4-2 para os nórdicos), 34 duelos ganhos em 56 e a sensação de que o controlo das operações era seu. O melhor em campo nesta altura era Mandzukic, com um rating de 6.4.

A Dinamarca reequilibrou as operações no segundo tempo, pelo menos na primeira metade, mas nunca conseguiu contrariar a superioridade da Croácia, que continuou bem mais forte em praticamente todos os mais importantes detalhes de jogo. Porém, a formação dos Balcãs estava espartilhada pela organização táctica dos nórdicos, que não permitiram muitos lances de perigo. Assim, o jogo chegou ao final empatado 1-1, com prolongamento à vista.

O prolongamento estava arrastado, previa-se os penáltis, até que aos 116 minutos a Croácia teve a oportunidade de desfazer o nó. Luka Modric isolou Ante Rebic, este foi travado em falta por Zanka, mas, na conversão do castigo máximo, Modric permitiu a defesa a Kasper Schmeichel. Pela segunda vez este domingo, um jogo terminava 1-1 após prolongamento e era decidido nas grandes penalidades.

Aqui a Croácia foi mais forte, apesar de Subasic e Schmeichel terem ambos sido “gigantes”. O primeiro travou os pontapés de Christian Eriksen, Lasse Schöne e Nicolai Jørgensen, o segundo os disparos de Milan Badelj, Josip Pivaric, mas não conseguiu evitar o decisivo de Ivan Rakitic, que apurou os homens dos Balcãs para os quartos-de-final. A Croácia defronta a Rússia no dia 7 de Julho, pelas 19 horas.

O melhor em campo foi Ante Rebic, com um GoalPoint Rating de 8.4. O ala destacou-se com três dribles certos em três tentativas, ganhou quatro de seus duelos aéreos defensivos, realizou 12 acções defensivas e ainda conquistou o penálti que Modric desperdiçou.

GPR-contest-World-Cup-2018-leaderboard-1