Crvena Zvezda 🆚 Braga | Guerreiros com mira desalinhada

-

Inglório. O Sporting de Braga foi a Belgrado perder com o Crvena Zvezda, ou Estrela Vermelha, por 2-1, na primeira jornada do Grupo F da Liga Europa. Os minhotos tiveram mais bola, criaram diversos lances de perigo, mas apesar de terem rematado mais, fizeram-no pior, saindo derrotados de uma partida em que mostraram claramente ser a melhor equipa. Há que corrigir rapidamente este percalço.

GoalPoint-Crvena-Zvezda-Braga-Europa-League-202122-Ratings
Clique para ampliar

Primeira parte que pronunciava já uma maior qualidade do Braga, que teve mais bola, rematou mais, mas conseguiu ir para o descanso sem qualquer remate enquadrado. As melhores ocasiões pertenceram mesmo aos portugueses, que viram Ricardo Horta e Lucas Piazón desperdiçarem excelentes ocasiões. Al Musrati era o melhor em campo nesta fase, “varrendo” toda a zona frontal à área minhota.

Os sérvios tentaram reagir e pegar no jogo no segundo tempo, e conseguiram-no em parte, marcando mesmo aos 74 minutos, por Rodic, num poderoso golpe de cabeça após canto. Contudo, Galeno respondeu dois minutos depois, num excelente lance individual culminado com um fulminante remate de pé direito, colocado. O Braga parecia levar para casa pelo menos um ponto, mas aos 83 minutos, Tormena fez falta sobre Ivanic na área e, de penálti, o Estrela Vermelha garantiu o triunfo, por Katai.

[ Al Musrati no centro do futebol do Braga ]

GoalPoint-Crvena-Zvezda-Braga-Europa-League-202122-pass-network
Clique para ampliar

Milan Rodic 7.5 – Grande golo do lateral, que acorreu a um canto da direita e cabeceou de forma potente e colocada para o 1-0. Destaque ainda para três passes para finalização e quatro duelos aéreos ganhos em quatro, um deles o golo. Foi o MVP da partida.

Wenderson Galeno 7.0 – O mais inconformado dos minhotos, em especial no segundo tempo. O ala marcou um grande golo, após flectir da esquerda para o meio, rematou quatro vezes, uma ao ferro, completou três de quatro tentativas de drible e somou cinco conduções aproximativas. Defensivamente, destaque para quatro desarmes.

Pedro Tudela
Pedro Tudela
Profissional freelancer com 19 anos de carreira no jornalismo desportivo, colaborou, entre outros media nacionais, com A Bola e o UEFA.com.