CSKA 3 – Sporting 1: Sonho destruído em 45 minutos

-

DESCALABRO DEFENSIVO

CSKA vs Sporting CP - 2º Tempo
Clique na infografia para ampliar (infografia: GoalPoint)

 

A segunda parte traria um CSKA mais agressivo ofensivamente, atitude à qual o Sporting se mostraria incapaz de oferecer réplica. A reviravolta moscovita ficaria marcada pelos minutos 49, 72 e 85, com Doumbia e Musa a serem protagonistas não só nos golos russos, mas também na demonstração de fragilidades no eixo defensivo leonino (Paulo Oliveira e Naldo) até agora pouco expostas. Os três golos dos velozes avançados do CSKA foram concluídos em zonas da responsabilidade dos centrais leoninos. Os “leões” chegariam ainda ao golo por Slimani, mas o lance seria invalidado por suposta bola fora na marcação de um canto por Carrillo (o Sporting beneficiou de oito), também ele muito apagado face ao protagonismo que vinha demonstrando nos leões.

“VENENO” AFRICANO

O nosso eleito para homem do jogo foi Seydou Doumbia, mas podia ter sido perfeitamente o seu companheiro Musa. Ambos já tinham deixado “alertas” claros em Alvalade, através da sua velocidade e acutilância no contra-ataque. Numa noite aziaga para os “leões”, os dois africanos confirmaram também a capacidade para “virar” a partida após o CSKA tomar a iniciativa e expuseram as fragilidades defensivas de um Sporting que, até hoje, não havia defrontado tamanha velocidade nesta época.

O sonho da Liga dos Campeões terminou, mas o Sporting segue agora para a Liga Europa, onde sonhará agora chegar tão longe quanto em 2004. Os “leões” apontam baterias à arbitragem (não é a nossa especialidade, há oferta suficiente sobre o tema, informada ou nem por isso) mas mesmo existindo explicações de “apito” para o desaire desta noite faltarão razões que enquadrem o desempenho “verde-e-branco” nos últimos (e decisivos) 45 minutos desta eliminatória.

GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.