Desempenho: Benfica lidera a revolução no treino e análise com a 360S

As "águias" apostaram num projecto nacional e desenvolvido dentro de portas com o objectivo de liderarem no capítulo do treino e análise de desempenho.

O Benfica foi um dos clubes europeus a interessar-se pela Footbonaut germânica, antes de optar pelo desenvolvimento de uma solução própria
O Benfica foi um dos clubes europeus a interessar-se pela Footbonaut germânica, antes de optar pelo desenvolvimento de uma solução própria

O Benfica revelou nas últimas semanas a sua mais recente “jóia” no domínio do treino e análise de desempenho: a 360S. Chamar-lhe “sala” ou “máquina” de treino será uma classificação irremediavelmente incompleta perante um conceito inovador e complexo que promete gerar curiosidade e interesse por parte dos clubes europeus que se propõem atingir o mais elevado nível de rendimento possível dentro das quatro linhas. O “simulador” permite a jogadores de campo e guarda-redes responderem a diversos exercícios (com bola) de dificuldade crescente com o objectivo de desenvolverem a sua destreza, capacidade técnica e rapidez de resposta e decisão. Uma ferramenta completa que demonstra que as “águias” pretendem colocar-se um passo à frente da concorrência na hora de potenciar as capacidades dos seus atletas, nomeadamente os jovens da formação, uma prioridade que o Benfica já perseguia desde 2012.

http://youtu.be/Bnua7JrXfew

Esta filosofia de treino surge na mesma linha da Footbonaut, anteriormente desenvolvida pelo Borussia Dortmund e que propõe o cumprimento de objectivos semelhantes, ainda que a versão ao serviço do Benfica esteja visivelmente um nível acima da usada pelos germânicos, como se pode constatar comparando ambos os vídeos, devendo a partir deste momento constituir o “topo de gama” do mercado.