Dinamarca 🆚 Austrália | “Socceroos” travam “vikings” ✋

-

[vc_tta_tabs][vc_tta_section i_icon_fontawesome=”fa fa-line-chart” add_icon=”true” title=”Ratings” tab_id=”1465571624475-01e55dfc-58e2″]
GoalPoint-Dinamarca-Australia-WC2018-Ratings
Clique para ampliar
[/vc_tta_section][vc_tta_section i_position=”right” i_icon_fontawesome=”fa fa-trophy” add_icon=”true” title=”MVP” tab_id=”1465571693503-4a0f9bf6-e654″]
GoalPoint-Dinamarca-Australia-WC2018-MVP
Clique para ampliar
[/vc_tta_section][vc_tta_section i_icon_fontawesome=”fa fa-futbol-o” add_icon=”true” title=”Stats” tab_id=”1465571672809-6f7d6717-7b04″]
GoalPoint-Dinamarca-Australia-WC2018-90m
Clique para ampliar
[/vc_tta_section][/vc_tta_tabs]

A segunda jornada do Grupo C abriu com um empate 1-1 entre Dinamarca e Austrália, num jogo intenso disputado em Samara. A formação europeia entrou bem no jogo, marcou cedo pela sua grande estrela, mas deixou-se enredar na estratégia australiana e nunca mais recuperou o controlo do jogo, sofrendo um golo de grande penalidade. A igualdade acaba por ser lisonjeira para os dinamarqueses e um castigo duro para os “socceroos”, que somaram o seu primeiro ponto, mas mereciam mais desta partida.

O jogo começou bem para a Dinamarca, confiante e segura na troca de bola, com 85% de eficácia, apesar de os australianos terem mais bola. Assim, os nórdicos marcaram cedo, por Christian Eriksen, logo aos sete minutos, a “fuzilar” Mat Ryan após assistência de Nicolai Jørgensen. Christian Eriksen participou em 18 golos nos últimos 15 encontros pela Dinamarca (13 tentos, cinco assistências).

Os dinamarqueses passaram a apostar nas transições, mas permitiram que a Austrália assumisse por completo o jogo, chegando aos 57% de posse de bola e ao oitavo remate, aquando do empate, que surgiu aos 38 minutos.

O árbitro assinalou grande penalidade por mão de Yussuf Poulsen na área e Mile Jedinak fez o seu segundo golo no Mundial – ambos de penálti. E assim se chegou ao descanso, com a Austrália a surpreender uma Dinamarca que pareceu descansar à sombra da vantagem e perdeu o controlo e domínio do jogo. O melhor nesta fase era Christian Eriksen, autor do golo nórdico, com um rating de 6.7.

Os “socceroos” continuaram a mandar na segunda parte, com bola, pressão em zonas adiantadas do terreno, situações de perigo, sem deixarem os dinamarqueses aproximarem-se muito da sua grande área. Ainda assim não criaram mais do que uma ocasião flagrante de golo, o mesmo que a Dinamarca, apesar do domínio (53%) e de registarem mais remates – 12 contra nove, sendo que ambas as equipas somaram quatro enquadrados.

O melhor em campo acabou por ser Christian Eriksen, com um GoalPoint Rating de 7.2. O médio do Tottenham fez um golo em dois remates, realizou dois passes para finalização e, perante a pressão australiana, teve de ajudar na defesa, com oito recuperações de posse.

GPR-contest-World-Cup-2018-leaderboard-1

GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.