GoalPoint-Dortmund-Bayern-German-Bundesliga-201920-Ratings
Clique para ampliar

O Bayern de Munique vencer o “Der Klassiker” em casa do Dortmund por 1-0 e deu um passo importante rumo ao título alemão, em jogo da 28ª jornada da Bundesliga. Os homens da casa estavam a quatro pontos do líder e com possibilidade de ficarem a “morder os calcanhares” ao campeão, mas apesar de virem de uma sequência de 38 jogos consecutivos a marcar em cada em partidas da Liga, desta feita não conseguiram facturar. O Bayern foi sempre mais perigoso e segurou os três pontos graças a um golo magistral.

Bom ritmo, futebol de ataque e emoção  viram-se desde os primeiros minutos da partida, com o Bayern a dominar a espaços e a criar as melhores situações do primeiro tempo. Primeiro foi Serge Gnabry, aos 19 minutos, a ter tudo para marcar, mas Lukasz Piszczek cortou praticamente em cima da linha de golo. Pouco depois foi Kingsley Coman a obrigar Roman Bürki a grande defesa, após remate potente da direita.

O Dortmund conseguia reagir e rematar, mas não criava muito perigo. E numa fase em que os bávaros pressionavam no ataque, surgiu o único golo do primeiro tempo. E que golo. À entrada da área, e perante um “mar de pernas” adversárias, Joshua Kimmich arrancou um chapéu fenomenal a Bürki e o guardião não conseguiu evitar o tento forasteiro, aos 43 minutos.

O segundo tempo voltou a ter mais Bayern no arranque, com os melhores lances de perigo, e a resposta do Dortmund só surgiu aos 58 minutos, quando Erling Haaland rematou e Jerôme Boateng, no chão, conseguiu o desvio providencial. E o encontro evoluiu assim para o final, com os homens da casa a assumirem mais o ataque, mas com os forasteiros a controlarem as operações e a estar perto de ampliar a vantagem, aos 83 minutos, quando o Robert Lewandowski, de pé esquerdo, acertou com estrondo no poste direito da baliza de Bürki.

Raphaël Guerreiro 7.3 – Após três golos nos primeiros dois jogos do regresso da Bundesliga, desta feita o esquerdino português não marcou, mas manteve um altíssimo nível, sendo mesmo o MVP da partida. Para além de três passes para finalização, o jogador luso acertou 92% das entregas e teve sucesso nas três tentativas de drible.

Joshua Kimmich 7.0 – O alemão fez um golo de grande categoria que pode ter dado o título ao Bayern. Para além do tento, Kimmich somou 104 acções com bola, recuperou oito vezes a posse de bola e fez três bloqueios de passe.