Nos primeiros tempos de existência de uma start-up é raro pensar-se em responsabilidade social. Esse tipo de preocupações surgem normalmente num estágio mais avançado quando, após “respirarem” e definirem a sua cultura, as empresas ganham finalmente capacidade para definirem missões que vão para lá dos objectivos primários que garantem a sua existência. Esta realidade é ainda mais recorrente (e compreensível) em Portugal, um país onde lançar uma ideia nova constitui normalmente uma verdadeira “loucura” sem rede.

A GoalPoint decidiu fazer diferente. Abordámos a UNICEF Portugal no sentido de disponibilizarmos aquilo que, neste momento, nos é possível oferecer: exposição máxima para a sua missão, aproveitando a paixão pelo futebol que caracteriza a nossa cultura aliada a uma audiência jovem, emergente e inteligente, a que nos segue.

Porque o fizemos? Porque era a coisa certa a fazer. Porque se o Futebol é uma paixão global, é o contexto ideal para recordar que existem ameaças às crianças em todo o mundo, a cada minuto, a cada remate, a cada golo. Não devemos deixar de o desfrutar por isso, mas faz todo o sentido recordarmos e agirmos sobre o que realmente importa, enquanto o apreciamos.

A UNICEF Portugal aceitou o nosso convite e, a partir de agora, a sua mensagem será uma presença regular nos nossos conteúdos infográficos.

Ajude também a missão da UNICEF, começando por visitar o site e seguir a organização nas redes sociais, ajudando e partilhando as campanhas que vai comunicando.

Vista a camisola da EQUIPA UNICEF.
Nós já o fizemos e beijámos o “escudo”.

Campanha IRS Unicef 2018 irs.unicef.pt
Website www.unicef.pt

Facebook www.facebook.com/UNICEF.Portugal/
Twitter twitter.com/UNICEF_Portugal
Instagram www.instagram.com/unicef_portugal/
Youtube www.youtube.com/user/unicefpt
Medium medium.com/@UNICEF_Portugal

(Editorial originalmente publicado em Março de 2017 e editado em Abril de 2018)