Esta quarta-feira há “el clásico” em Espanha, às 20h00 portuguesas. Não para a La Liga, mas, tal como em Portugal – onde teremos dérbi entre Benfica e Sporting para a Taça -, também no país vizinho disputa-se a Copa del Rey, mais concretamente as meias-finais.

Este será o primeiro embate entre os dois grandes rivais na competição desde Abril de 2014, na final então ganha pelos “merengues”. Desta feita, os dois clubes encontram-se em momentos de forma alto díspares, o Barça na liderança do campeonato e a apresentar um bom futebol, o Real em constantes oscilações exibicionais (e de resultados). Nas anteriores 12 eliminatórias da Taça a duas mãos entre Barça e Real, ambas as equipas somaram seis triunfos. É hora de desempatar.

Lionel Messi, a estrela do jogo, esteve em dúvida para este jogo, mas está convocado, numa altura em que a imprensa espanhola fala, na sua generalidade, em possíveis alterações profundas nos “onzes” iniciais. Seja como for, é de esperar que algumas das principais figuras joguem de início, sendo que olhamos para os números de quatro delas até agora na La Liga.

GoalPoint-Lionel_Messi_2018_vs_Gareth_Bale_2018-infog
Clique para ampliar

Uma delas é Messi, o principal foco de todas as atenções. O argentino está a realizar uma temporada de grande nível, ao contrário do outro jogador de quem se espera que contribua para momentos de desequilíbrio, o galês Gareth Bale. Ainda assim, é difícil comparar os dois craques, pelas características e pelo que têm mostrado esta época, esperando-se do “La Pulga” sempre o melhor. E os seus números e registos históricos não mentem:

  • Messi é o máximo goleador da História dos “clássicos” em Espanha entre as duas equipas, em todas as competições, com 26 golos.
  • Apenas frente ao Sevilha (33), Atlético (28) e Valência (27) marcou mais vezes com a camisola “blaugrana”. Curiosamente, ainda não o fez na Taça de Espanha.
  • O argentino somou 14 assistências no “el clásico” em todas as competições, mais do que qualquer outro jogador este século, e disputou 38 encontros ante o Real Madrid em todas as provas, sendo que apenas Xavi Hernández (42) esteve em mais partidas na História dos catalães, perdendo 12 delas.
GoalPoint-Luis_Suárez_2018_vs_Karim_Benzema_2018-infog
Clique para ampliar

Quem está em forma, talvez para surpresa de muitos, tendo em conta o passado recente, é Karim Benzema. O francês leva já dez golos na Liga espanhola e duas assistências, ainda aquém dos 15 do avançado do outro lado, Luis Suárez. Mas em muitos outros detalhes do jogo tem estado em evidência, pelo que os dois jogadores – habituados a marcar nestes grandes jogos – apresentam GoalPoint Ratings em tudo idênticos. Dos dois jogadores esperam-se golos. Quem sairá por cima?

Curiosidades do “el clásico”:

  • Barcelona e Real Madrid defrontaram-se 34 vezes na Taça, somando 15 vitórias contra 12 dos “blancos”, com 17 empates entre as equipas.
  • Ambas as formações bateram-se na final em sete ocasiões, com o Real Madrid a somar quatro triunfos (1936, 1974, 2011 e 2014) contra três do Barcelona (1968, 1983 e 1990).
  • Real Madrid e FC Barcelona encontraram-se em sete meias-finais da Taça até agora, sendo que os “madridistas” seguiram para a final quatro vezes, incluindo nas duas últimas ocasiões (1993 e 2013).
  • Esta será a 13ª eliminatória da Taça de Espanha a duas mãos que os dois conjuntos disputaram entre si. Nestes casos, Barcelona e Real superaram seis eliminatórias cada – maior equilíbrio é difícil. E esta será a 26ª eliminatória a duas mãos entre os dois clubes em todas as competições, com o Real Madrid em vantagem global de 14-11.
  • O Real ganhou apenas um dos últimos seis jogos no reduto do Barcelona em eliminatórias a duas mãos (três empates e duas derrotas), precisamente o último disputado em Camp Nou (3-1 para os “merengues”, em Fevereiro de 2013).