Emprestados 17/18 | O que eles vão rendendo 🎀

-

O mercado de Inverno ainda vai a meio, mas paira aquela sensação de que muito ainda está por acontecer. O Sporting tem sido o mais activo, já com Rúben Ribeiro, Wendel e Misic como adições ao plantel, numa política bem diferente face ao “inverno” passado. Nesse, os destaques foram os regressos a casa de Daniel Podence, Francisco Geraldes e João Palhinha, três “made in Alcochete” que estavam a ter prestações muito acima da média, tal como indicámos em artigo semelhante.

Fazer voltar a casa os emprestados que se vão destacando, parece mesmo ser a política a seguir. Veja-se o caso do FC Porto. No Verão, foram chamados de volta Ricardo Pereira, Aboubakar, Marega e Diego Reyes. Os três primeiros são titulares indiscutíveis no “onze” habitual de Sérgio Conceição, e todos eles já tinham recebido luz verde ou amarela do GoalPoint em Janeiro de 2017.

Na altura, os maiores destaques entre os emprestados do Benfica foram Marçal, Mukhtar, Hélder Costa e Talisca. Nenhum voltou a vestir de encarnado mas, à excepção do último, que continua a brilhar no Besiktas, todos eles foram vendidos, num total que perfez €21M, e quem sabe se Marçal não teria dado já bastante jeito esta época.

Recorrendo mais uma vez aos GoalPoint Ratings, avaliámos o futebol que os muitos emprestados dos três “grandes” explanam por esse mundo fora e, mais uma vez, há muito talento pronto a ser chamado de volta.

Porto: diamante colombiano na melhor forma da vida

O nome Juan Fernando Quintero sempre “rimou” com talento desaproveitado. Chegou muito novo ao Dragão, com apenas 20 anos, e apesar dos 64 jogos realizados em duas épocas nunca se conseguiu afirmar como titular, com Paulo Fonseca, Luís Castro ou Lopetegui. Depois de um empréstimo intermitente aos franceses do Rennes, voltou à sua Colômbia-natal no início de 2017 e todo o seu talento veio ao de cima. Nos 21 jogos em que actuou na Liga local, anotou 13 golos e ofereceu sete assistências e teve o melhor rating do campeonato 6.80, com larga vantagem sobre o segundo, Henry Rojas 6.34. Actuando preferencialmente como ala direito, tirou partido de movimentos interiores para fazer brilhar o seu magnífico pé esquerdo, foi o jogador com melhor média de remates da Liga (5,2 / 90m) e podia claramente ser uma excelente adição ao plantel do FC Porto em Janeiro, visto que o empréstimo já terminou.

GoalPoint-Emprestados-Porto-Quintero
Juan Quintero voltou ao seu país para brilhar

Para além de Quintero, há outro nome em grande forma na primeira metade da época, numa posição para a qual o FC Porto tem alguma escassez de opções, falamos de Willy Boly. O defesa-central tem sido um dos melhores do Championship na sua posição, e o Wolves já fez saber que está pronto a pagar por ele se se confirmar a previsível promoção do clube à Premier League. No entanto, tento em conta que o francês já se tinha mostrado muito fiável ao serviço do Porto e do Braga, é impossível não pensar que podia valorizar ainda mais ao serviço dos “dragões”, agora que Marcano está em final de contrato.

Num degrau abaixo, mas também com épocas prometedoras, estão o nigeriano Mikel Agu, e os portugueses Gonçalo Paciência, Ivo Rodrigues e João Carlos Teixeira. O médio defensivo está mesmo no top-5 do ranking de desarmes (3,3 / 90m) e intercepções (2,5 / 90m) da Liga Turca, e configura-se como uma excelente alternativa a Danilo num futuro próximo.

GoalPoint-Emprestados-Porto-Mikel
Mikel Agu pode estar na linha de sucessão de Danilo Pereira

Quanto a Gonçalo Paciência, está provavelmente a fazer a melhor época da sua carreira na Liga NOS e podia acrescentar opções numa posição em que o FC Porto também apresenta alguma escassez. João Carlos Teixeira ainda não se afirmou definitivamente no Braga, mas mostra muita qualidade sempre que tem minutos, e o extremo Ivo Rodrigues, que tem ainda 22 anos, está a surpreender na Liga Belga.

GoalPoint-Desempenho-Emprestados-201718-Porto
Clique para ampliar

Fora deste quadro ficaram jogadores com épocas pálidas como Fernando Fonseca (Estoril) 5.56, Rui Pedro (Boavista) 5.20 e a grande promessa Rafa Soares (Fulham), que jogou apenas 53 minutos no Championship, mas também a boa surpresa Omar Govea 5.76, um médio ex-equipa B que tem tido exibições muito positivas no campeonato belga.

Na próxima página: Será que Alcochete continua a produzir?

GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.
GoalPoint

GRÁTIS
BAIXAR