Emprestados 19/20 | O que vão rendendo ↩

-

Sporting CP

Não deixa de ser curioso que, tendo o Sporting o plantel menos rico dos “três grandes”, o seu lote de emprestados seja claramente o mais forte. A instabilidade que atravessa o clube faz com que muitas vezes não seja dado o tempo necessário aos jogadores e isso verifica-se perfeitamente olhando para este lote.

Clique para ampliar

Matheus Pereira é, talvez, o caso mais emblemático. Desde cedo rotulado como uma das maiores promessas de Alcochete, conseguiu a proeza de “furar” a entrada num “onze” ideal da Liga NOS quando estava ao serviço do Chaves. Nem isso lhe garantiu lugar no plantel na temporada seguinte, na qual voltou a mostrar qualidade ao serviço do Nürnberg da Bundesliga, e agora no West Bromwich está entre os três melhores jogadores do Championship e é aquele que mais faltas sofre (3,1 / 90m). Naturalmente, Slaven Bilic já assegurou que vai pagar os dez milhões de euros definidos pelo Sporting como cláusula de compra, valor manifestamente baixo para as qualidades (e idade) do jovem luso-brasileiro.

A mesma situação passa-se com o croata Josip Mišić. Com 25 anos, o médio está a ser o melhor jogador da Superliga grega e já leva cinco golos e seis assistências em 17 jornadas ao serviço do PAOK de Abel Ferreira. Aos impressionantes 3,4 passes para finalização que faz a cada jogo, junta um elevado volume de acções defensivas (5,6), bem longe dos registos de Wendel (1,6 passes para finalização e 3,3 acções defensivas).

Clique para ampliar

Falando de centro-campistas e de qualidade defensiva, também não tem passado despercebida a época de João Palhinha. O português tem sido um dos esteios do Braga e até já faz golaços, como se viu na última jornada. Palhinha supera Doumbia em quase todos os registos e é quase inconcebível como, num espaços de meses, o Sporting decidiu emprestá-lo para, de sequida, adquirir o marfinense. Neste momento seria quase certamente um dos indiscutíveis do “onze” de Silas, e já começa a despertar o interesse de equipas da Liga espanhola.

Francisco Geraldes e Gelson Dala são, talvez, as desilusões do lote. O primeiro atravessa a sua segunda época quase sem jogar, mesmo não tendo lesões graves, e o angolano é outro a quem se reconhece muito talento, mas que demora a confrimá-lo por onde passa.

Na Liga turca, Abdoulay Diaby tem tido desempenhos mais condizentes com aquilo que se conhecia de si antes do Sporting e, quem sabe, não pode vir ainda a dar algum retorno, enquanto Ivanildo Fernandes vai reclamando mais minutos nos jogos em que tem oportunidades.

Clique para ampliar

Os emprestados dos “outros”

Um dos sinais claros de que o Braga é cada vez mais um “grande” em Portugal é a qualidade que tem no seu lote de emprestados. O caso mais emblemático é naturalmente o de Fábio Martins, uma das grandes figuras do campeonato até ao momento, que marcou presença no “onze” ideal GoalPoint em Agosto, Setembro e Outubro/Novembro.

Clique para ampliar

Mas há mais. O sul-africano Luther Singh 6.06 tem sido destaque no Moreirense após já ter feito uma boa meia época no Chaves 5.72, e é provável que ainda venhamos a ouvir falar de Ricardo Ryller, que fez a segunda metada da época brasileira no Red Bull Bragantino, com desempenhos de elevada qualidade 6.35. Ryller irá agora jogar o Brasileirão, onde terá mais holofotes sobre ele. Os “guerreiros” têm ainda Nikola Stojiljković 5.75 emprestado ao Boavista, onde tem sido titular e uma das figuras da equipa.

GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.