Com a janela de mercado aberta, uma das soluções que os clubes por vezes consideram tendo em vista a correcção de alguns desequilíbrios é fazer regressar os seus emprestados. O Sporting já o fez com Rúben Semedo e nós fomos tentar perceber se haveria mais alguém que, tendo em conta o seu desempenho na primeira metade da época, e também o desempenho dos actuais titulares na posição, justificaria semelhante medida. Mas não só. Esta análise acaba por permitir uma avaliação objectiva do rendimento dos (em alguns casos muitos) cedidos pelos principais emblemas do futebol português, informação importante até na projecção das épocas vindouras.

Analisámos todos os emprestados nos campeonatos sobre os quais existem dados Opta, aplicámos o nosso GoalPoint Ratings e descobrimos alguns “preteridos”… interessantes.

Benfica: uma solução turca

Emprestados: O que vão rendendo os cedidos pelos "grandes"?
Clique na infografia para ampliar (infografia: GoalPoint)

Dos seis jogadores emprestados no mercado interno, só Fábio Cardoso tem tido prestações que, no nosso entender, o tornariam merecedor de consideração. A saída de Lindelof está em aberto e o jovem que está no Paços não destoaria como quarto central, tendo em conta o seu GoalPoint Rating.

Ainda no que toca a centrais, o Benfica mantem o brasileiro Sidnei sob contrato. O homem que chegou à Luz na já longiqua época de 2009/10 ainda tem apenas 26 anos, e agarrou a titularidade no eixo da defesa do Deportivo com boas exbições. Mais do que nunca, talvez se justificasse uma nova oportunidade até porque existe um fenómeno chamado… late blooming.

A eterna promessa Nélson Oliveira também não tem feito má época no Championship, e fica a questão se faria pior do Raúl Jiménez. Se subir um pouco de produção na segunda metade, estará a justificar a enésima oportunidade de encarnado?

Mas é da Turquia que chega a melhor e pior notícia, sob a forma do mesmo jogador. A melhor porque Marçal se tem cotado como o melhor lateral da liga turca, e a pior porque Eliseu tem destoado muito no Benfica, e foi com ele que Rui Vitória decidiu ficar. Com Grimaldo ainda tenro, fazer regressar o ex-Nacional seria uma opção acertada.

Pela negativa destaque para Jonathan Rodriguez. O uruguaio ainda não marcou nenhum golo na Liga Espanhola, e tem sido mesmo dos piores jogadores da Liga.

> NA PRÓXIMA PÁGINA: OS CEDIDOS DO PORTO