Equipamentos: há coisas que o dinheiro demora a comprar

A SportsDirect publicou um estudo acerca das vendas de equipamentos dos maiores clubes ingleses e existem algumas surpresas.

city-vs-united

A venda de camisolas é um bom indicador da dimensão de um clube constituíndo, em alguns casos, uma variável tão importante que influencia a negociação contratual com os “reforços”. Um bom exemplo disso mesmo são os clubes ingleses, nomeadamente os maiores. A SportsDirect, um dos maiores vendedores de material desportivo no Reino Unido publicou um interessante estudo no qual decompõe as vendas de alguns dos principais clubes ingleses através da sua marca. Uma das estatísticas mais impressionantes é a que apresentamos, relativa ao enorme diferencial de venda de camisolas do United e do City na cidade de Manchester na época em curso. Apesar dos “red devils” não atravessarem o melhor momento da sua história, apesar do enorme investimento que o Abu Dhabi Group tem feito no rival e tendo em conta o mito urbano que refere que a cidade de Manchester será mais “azul” do que “vermelha” a verdade é que os números não só desmentem como surpreendem, tal o desequilíbrio (cerca de 95% das camisolas vendidas em Manchester esta época são do United) e provam que a dimensão social (e comercial) de um clube demora muito tempo do que se possa imaginar e calcular em business plan.

london-vs

Outra curiosidade, embora menos surpreendente, é a predominância que o Arsenal ainda tem sobre o Chelsea na venda de equipamentos, apesar do longo declínio de resultados que os “gunners” têm vivido. Os motivos do desequilíbrio acabam por ser semelhantes, com um Arsenal histórico que ainda movimenta um número superior de adeptos, mesmo tendo em conta o percurso de crescimento e sucesso desportivo que o Chelsea tem trilhado, mais conseguido do que aquele que o City já conseguiu percorrer.

Confira as restantes estatísticas publicadas pela SportsDirect clicando aqui.