oempate frente à Hungria pode chegar mas em Portugal só se pensa na vitória.  Queremos mais! Mas para vencer mais logo é importante sabermos  o máximo possível sobre o adversário. Eis a nossa ajuda, não tanto para o “engenheiro” mas para todos os GoalPointers que vão acompanhar o jogo e roer os dedos.

Eis dez factos (mais três de “bónus”, como é nosso hábito) sobre o jogo decisivo:

  • Este será o 11º jogo entre as duas selecções, sendo que Portugal nunca perdeu: a Selecção venceu sete e empatou três.
  • Nas últimas três partidas entre as duas equipas, Portugal manteve a baliza inviolada, tento marcado dez golos no total.
  • Na única vez em que se defrontaram numa fase final, Portugal venceu a Hungria por 3-1 no Mundial de 1966 – dois golos de José Augusto e um de José Torres.
  • Portugal não perdeu nenhum dos últimos nove jogos oficiais (sete vitórias e dois empates). Curiosidade para as vitórias terem sido todas por um golo de diferença.
  • Cristiano Ronaldo fará hoje o seu 30º jogo por Portugal na fase final de uma grande competição, mais do qualquer outro jogador português. Nas 29 partidas que já disputou, Ronaldo fez nove golos.
  • Esta será também a 17ª partida de CR7 em fase finais de um Europeu, mais do que qualquer outra atleta na História do torneio.
  • Contra a Áustria, Cristiano Ronaldo falhou o seu primeiro penálti numa fase final de uma competição de selecções. Cristiano falhou ainda quatro das últimas cinco grandes penalidades que dispôs ao serviço do Real Madrid e de Portugal.
  • Ronaldo tornou-se o primeiro jogador português a falhar uma grande penalidade numa fase final (excluindo os desempates por grandes penalidades).
  • Esta é a primeira presença da Hungria numa fase final de um Europeu, desde que foi introduzida a fase de grupos. Contudo os húngaros não conseguiram passar aos oitavos-de-final nos últimos três Mundiais em que marcaram presença (1978, 1982 e 1986).
  • Por sua vez, Portugal ultrapassou sempre a fase de grupos nas seis participações que somou em Europeus.
  • Cristiano aguarda ainda pelo seu primeiro golo, através de livre directo, em fases finais pela Selecção Nacional.
  • Nenhuma equipa permitiu menos remates adversários (8), incluindo bloqueados, que Portugal no Euro 2016.
  • Por outro lado, a Selecção Nacional já fez 49 remates neste Europeu! Nenhuma outra equipa teve mais de 36 remates nos dois primeiros jogos.

Se ainda não o fez, leia ainda as nossas previews sobre Portugal e a Hungria e conheça ao pormenor ambas as selecções.

Bom jogo e Força Portugal! Rumo aos oitavos!