Só a vitória interessa. É ganhar ou ganhar! Mas enquanto a partida não começa descubra 10 factos interessantes sobre Portugal e a Áustria. E sim… tem (novamente) dois factos de bónus no final. O Goalpoint não quer que lhe falte nada.

  • Portugal já jogou 10 vezes contra a Áustria e o histórico é (surpreendentemente?) negativo (2V, 5E, 3D). Uma vitória no sábado pode nivelar as coisas.
  • O último confronto entre as duas selecções foi em Outubro de 1995, em Viena. O jogo terminou empatado 1-1 e o golo português foi marcado por Paulinho Santos.
  • Esta será a primeira vez que Portugal e a Áustria se defrontam em fases finais de uma grande competição.
  • Nos últimos cinco jogos contra os austríacos Portugal marcou sempre um golo.
  • A segunda maior vitória de sempre da Áustria foi contra… Portugal. Em Setembro de 1953, na qualificação para o Mundial, os austríacos venceram (respire…) por 9-1…
  • Os austríacos perderam três dos últimos quatro jogos que disputaram (1V 3D). E a vitória foi contra… Malta.
  • Portugal, nas últimas cinco partidas que disputou em fases finais venceu uma, empatou outra… e perdeu três.
  •  A Áustria sofreu sempre pelo menos um golo nas partidas que disputou em fases finais de um Europeu.
  • Portugal tem o recorde de mais remates num jogo neste Euro 2016. Fez 26 na partida contra a Islândia.
  • Por falar em remates, nenhum dos últimos 28 “tiros” que os austríacos fizeram em fases finais de um Europeu deu golo. Bom sinal?
  • Cristiano Ronaldo irá tornar-se o jogador mais internacional de sempre da Selecção A. Neste momento, partilha com Luís Figo a liderança com 127 internacionalizações.
  • CR7 não marcou nem um golo nos 34 livres directos que já dispôs pela Selecção em fases finais (tanto em Europeus como em Mundiais)
  • Cristiano Ronaldo fez dez remates contra a Islândia, mais quatro que qualquer outro jogador na fase de abertura. Desses dez, apenas um foi enquadrado.

Satisfeito? Mas ainda há mais. Leia as nossas previews sobre Potugal e a Áustria e conheça ao pormenor ambas as equipas.

Força Portugal!