A Qualificação da Ucrânia

Terceira classificada no Grupo C da fase de qualificação, a selecção ucraniana ficou a oito pontos da Espanha e a três da Eslováquia. Destaque para a verdadeira “fortaleza defensiva” que a Ucrânia montou para a fase de apuramento – conseguindo manter a baliza inviolada em seis dos dez jogos que disputou – com apenas quatro golos sofridos no total.

No playoff de apuramento a Ucrânia encontrou a Eslovénia e o extremo Andriy Yarmolenko foi decisivo ao marcar um golo em cada uma “mãos” levando os fanáticos fãs ucranianos à loucura e a sua selecção… ao Euro 2016!

Euro 2016 Preview | Ucrânia
Clique para ampliar

O Historial no Euro

A Ucrânia participou pela primeira vez num Europeu como co-organizadores em 2012, juntamente com a Polónia (curiosamente uma das equipas que lhe calhou este ano em sorte no Grupo C).

A sua aventura nos grandes palcos europeus até nem começou mal, com uma vitória frente à Suécia (com dois golos do icónico avançado Andriy Shevchenko). Mas uma derrota contra a França e um “frango” do keeper Pyatov frente à Inglaterra (juntamente com um golo mal anulado a Marko Devic) empurraram a Ucrânia para fora do “seu Euro”.

Por falar em Andriy Shevchenko, que jeito daria à equipa contar com o Bola de Ouro ainda no activo…

A Equipa

Mykhaylo Fomenko assumiu os destinos da Ucrânia em Dezembro de 2012, precisamente a meio da fase de qualificação para o Mundial do Brasil. Nos seis jogos que faltavam, levou os ucranianos a cinco vitórias e apenas um empate frente à Inglaterra.

No playoff de apuramento Fomenko surpreendeu o mundo do futebol ao vencer categoricamente a França por 2-0, mas uma derrota com três golos sem resposta atirou a Ucrânia para fora do Mundial.

Na convocatória para o Euro 2016, ausência surpresa (ou até não, dado o histórico “lesional”) do avançado do Estugarda Artem Kravets, que marcou três dos 14 golos ucranianos na fase de qualificação.

Destaque para a chamada do jovem de 19 anos Oleksandr Zinchenko que se estreou a marcar no recente particular com a Roménia (4-3), batendo o recorde de Shevchenko como o mais jovem jogador a marcar um golo pela equipa sénior da Ucrânia.

Euro 2016 Preview | Ucrânia
Clique para ampliar

A Figura: Yevhen Konoplyanka

Konoplyanka é o único ucraniano que joga actualmente numa grande Liga europeia, tendo chegado ao Sevilha esta época a “custo zero”, depois de se projectar para a ribalta carregando às costas o seu Dnipro até à final da Liga Europa.

Na sua primeira época em Espanha acabou por não jogar tanto como gostaria, mas no tempo em que foi utilizado, deixou sinais muito positivos para o que aí vem. Desiquilibrador nato a partir do flanco esquerdo, Yevhen é um jogador que em dia sim dá “cabo da cabeça” a qualquer lateral-direito, registando médias de dribles eficazes por jogo ao nível dos melhores.

A capacidade de drible é complementada por uma grande precisão no cruzamento, mas faltará à Ucrânia um ponta-de-lança ao nível do saudoso Shevchenko, para aproveitar os desequilíbrios de Konoplyanka e Yarmolenko.

Aposta GoalPoint: Yevhen Khacheridi

Yevhen Khacheridi
Yevhen Khacheridi, Ucrânia

Kacheridi é um defesa-central no pico da sua forma e que, aos 28 anos, quererá aproveitar o Euro 2016 para dar o salto que já devia ter dado há muito.

Saltar é mesmo o ponto mais forte do jogo de Khacheridi, que graças ao seu 1,98m apresentou uma eficácia nos duelos aéreos de 80% na fase de qualificação, tendo mesmo entrado no onze ideal GoalPoint Ratings ao lado do italiano Chiellini.

Mas há mais. Entre todos os jogadores que jogaram a fase de qualificação e vão estar na fase final, o central do Dínamo Kiev é o que tem a mais elevada média de acções defensivas por 90 minutos (14,1)!

Nem que fosse só pelo porte físico, seria impossível Khacheridi não dar nas vistas em França, mas a nossa aposta vai para que se fale dele por muitas e boas outras razões.

DataJogoHoraCanalEstádio
Dom. 12 JunUCRÂNIA vs Alemanha20h00Sport TVStade Pierre Mauroy, Lille
Qui. 16 JunUCRÂNIA vs Irlanda N.17h00Sport TVStade de Lyon
Ter. 21 JunUCRÂNIA vs Polónia17h00Sport TVStade Vélodrome, Marselha

 O seleccionador ucraniano é bastante claro nas suas ideias: “Não gosto de jogar um estilo de jogo aberto. Se tu não sofreres golos, não perdes!” E será com esta mentalidade que a Ucrânia irá enfrentar o Grupo C do Euro 2016!

Frente a equipas como a Alemanha, Polónia e até Irlanda do Norte a concentração e a coesão defensiva voltarão ser a preocupação máxima, com os centrais Rakitskiy e Khacheridi a tentarem repetir a “muralha ucraniana” da fase de apuramento.

E marcar golos? Para facturar os ucranianos voltarão a confiar em lances de bola parada e nos contra-ataques venenosos e letais de Yarmolenko e Konoplyanka. 

Achtung Alemanha!