As atenções da última década no que ao futebol mundial diz respeito, e ao europeu em particular, têm recaído nos feitos de Cristiano Ronaldo e Lionel Messi. Os dois jogadores monopolizaram os principais prémios individuais, sem dar hipóteses a outros nomes de sequer sonharem com as luzes da ribalta. Os anos passam, o português e o argentino vão acumulando épocas ao mais alto nível e muitas vezes se questiona quais serão os próximos jogadores a herdarem os seus “ceptros”.

Talvez ainda na sombra de ambos os craques, há jovens a cimentar posições e a fazerem nome no futebol. Alguns são já sobejamente conhecidos, sendo que estão “apenas” a confirmar tudo o que se vaticinou sobre o seu talento e potencial de futuro. Outros surpreendem tudo e todos, com desempenhos que fazem despertar as atenções. Olhámos para os jovens Sub-21 – nascidos a partir de 1997 – que estão a dar cartas nas principais Ligas europeias no arranque 2018/19 – Premier League, La Liga, Bundesliga, Ligue 1 e Serie A – e destacamos os dez que apresentam, nesta fase da época, nos melhores GoalPoint Ratings. Confira connosco.

Ligue 1 como “berço” de talento

10. Santiago Cáseres (Villarreal)

GoalPoint-Spanish-La-Liga-2018-Santiago-Cáseres-infog
Clique para ampliar

O argentino está na primeira temporada na Europa e já está a deixar a sua marca na La Liga. Se é habitual que jogadores sul-americanos precisem do seu tempo para se ambientarem às exigências do “velho continente”, em especial os jovens, Santiago Cáseres apenas necessitou de alguns meses para mostrar serviço, com a camisola do Villarreal, onde chegou oriundo do Veléz Sarsfield em Julho deste ano.

O médio-defensivo realizou somente sete jogos, mas já lidera em Espanha nos desarmes, com 5,3 em 7,5 tentativas a cada 90 minutos. Melhor, ainda, quando toca a processar a bola que recupera, entregando-a com 91% de eficácia, um valor bastante elevado. Se mantiver estes níveis de desempenho e continuar a evoluir, teremos um caso sério entre os médios-defensivos mundiais.

9. Houssem Aouar (Olympique Lyon)

GoalPoint-French-Ligue-1-2018-Houssem-Aouar-infog
Clique para ampliar

A afamada escola de formação do Olympique Lyon continua a produzir talentos, ano após ano. A saída de alguns nomes sonantes é geralmente bem compensada pela subida de alguns jovens e, entre eles, está Houssem Aouar, que já havia brilhado em 2017/18.

O médio-centro, que também actua com frequência no flanco esquerdo, está a realizar novamente uma excelente época em França, algo que os seus apenas 20 anos não têm atrapalhado. Em 13 jogos leva já cinco golos e uma assistência, muito pela sua apetência pelo remate, e ainda soma bons números no que toca a passes para finalização e dribles eficazes por 90 minutos, fruto da sua polivalência.

8. Christopher Nkunku (Paris Sant-Germain)

GoalPoint-French-Ligue-1-2018-Christopher-Nkunku-infog
Clique para ampliar

O polivalente francês regista apenas 465 minutos na Ligue 1 pelo PSG, muitos como suplente utilizado, em várias posições no lado direito, e até ao momento soma um golo e uma assistência. Trata-se de um jovem de 21 anos, veloz, com boa capacidade técnica e facilidade de remate, com qualidades tanto nos processos defensivos como ofensivos. Aos poucos vai surgindo com regularidade no campeão francês, sendo um jogador a manter no radar nos próximos tempos. Para já vai apresentando um rating muito interessante para um jogador das suas características.

7. Marcus Thuram (Guingamp)

GoalPoint-French-Ligue-1-2018-Marcus-Thuram-infog
Clique para ampliar

Este extremo/avançado do Guingamp é filho da antiga estrela da selecção de França, Lilian Thuram. O seu pai foi lateral-direito e defesa-central, pelo que Marcus herdou o talento para o futebol, mas não as características futebolísticas de Lilian. Aos 21 anos é já uma referência no emblema gaulês, com cinco golos apontados em 663 minutos em campo, divididos entre a extrema-esquerda e o eixo do ataque.

Entre os Sub-21 a actuar na Ligue 1 é o segundo com mais remates por 90 minutos e também o segundo que melhor os enquadra (1,6), e é um dos jogadores em França que mais tenta o drible, nada menos que 5,8 vezes por 90 minutos, com eficácia em 3,8. Algo extraordinário tendo em conta que tem 1,92m – não espanta que seja o jogador que mais remata de cabeça no campeonato, 1,2 por 90 minutos, 44% deles enquadrados.

6. Jadon Sancho (Dortmund)

GoalPoint-German-Bundesliga-2018-Jadon-Sancho-infog
Clique para ampliar

Jadon Sancho, fixe bem este nome. Trata-se de um extremo (direito de preferência, mas que pode actuar também na esquerda) de apenas 18 anos, inglês, que joga e brilha intensamente neste momento na Bundesliga, ao serviço do Borussia Dortmund.

O emblema alemão pagou €7M ao Manchester City pelo jovem na época passada, para substituir Ousmane Dembélé, de partida para o Barcelona. Pep Guardiola não poupou elogios ao jogador, que preferiu deixar o campeão inglês para ter mais minutos no Dortmund, e até recusou uma abordagem do Bayern de Munique. Entretanto vai espalhando magia na Liga alemã, com quatro golos e seis assistências em apenas 551 minutos de utilização (11 jogos), muitos deles saídos do banco. Um jogador que, muitas vezes, é acusado de se agarrar em demasia à bola – tenta o drible 4,2 vezes por 90 minutos -, mas que apresenta 3,3 passes para finalização a cada 90 minutos e surge com o oitavo rating mais elevado da Bundesliga entre jogadores com mais de 450 minutos de utilização.

Na próxima página: surpresas e uma certeza