FM 2015: “Manager” em Terras de Sua Majestade (ep. 4)

-

A sete partidas do fim, Francisco dirigiu-se aos adeptos nas redes sociais do clube para deixar uma mensagem de esperança:

“Hoje estamos mais perto de subir do que no início do campeonato. Sabemos que ainda temos de batalhar muito para podermos festejar juntos, mas também sabemos que o vosso apoio é fundamental nesta altura. Venham ao The Enclosed Ground apoiar-nos porque juntos seremos mais fortes. Com o vosso apoio, subiremos de divisão!”

Os adeptos acederam ao pedido do treinador português e levaram a equipa às vitórias. 4-2 e 3-2 frente ao Basingstoke e ao Weston-super-Mare, respectivamente. Com o plantel na máxima força e motivado para alcançar o mais rapidamente possível o acesso ao “play-off” de promoção, o Whitehawk deslocou-se a casa do Ebbsfleet e venceu por 5-3. Um resultado que não só serviu para vingar a eliminação da FA Cup como também assegurou um lugar no “play-off”.

A equipa permanecia no primeiro lugar e a depender de si mesma para sagrar-se campeã. Faltavam quatros jogos e apenas quatro pontos para conquistarem o tão desejado título.

A jogar em casa frente ao Hayes & Yeading, o Whitehawk acusou a pressão, perdendo por 3-1. O Sutton Utd não aproveitou a oportunidade e não foi além de um empate. Com sete pontos de vantagem sobre o Sutton Utd, segundo classificado, a equipa de Francisco Gomes da Silva precisava de vencer um dos últimos três jogos. Um desafio amplamente alcançado logo no primeiro encontro frente ao Wealdstone. A equipa colocou para trás das costas a derrota caseira na jornada anterior e foi conquistar o título fora ao vencer por 2-0.

Francisco foi levado em ombros pelos jogadores, que lhe dedicaram o título. Na chegada a Whitehawk, a comitiva foi recebida num clima de grande festa. A cidade estava empolgada pela conquista alcançada e queria congratular de perto os seus novos heróis.

Jim Collins mostrou-se muito satisfeito pela aposta pessoal e garantiu que pretendia renovar contrato com Francisco Gomes da Silva.

À chegada ao The Enclosed Ground, Francisco dirigiu-se aos meios da comunicação social, com especial destaque para a presença do GoalPoint, e aos adeptos.

“Obrigado! Estamos a viver um sonho e foi graças ao vosso apoio que conseguimos alcançar este título. Um título que também é vosso! Nunca deixaram de acreditar nestes rapazes. Nem sempre jogámos bem, mas contra todas as adversidades mostrámos ser a equipa mais regular e é disso que se fazem os grandes campeões.”

Questionado sobre a renovação de contrato, Francisco mostrou-se mais expansivo.

“Vamos primeiro festejar o título e depois logo falamos. Ainda faltam dois jogos para acabar o campeonato mas posso garantir que estou muito feliz por fazer parte deste grande clube e entrar na história do Whitehawk. No final do campeonato vou-me sentar à mesa com o presidente e logo vemos o que o futuro nos reserva.”

Nos dois jogos que faltavam para terminar o campeonato, Francisco optou por dar minutos a jogadores menos utilizados e chamou, inclusive, jovens para se sagrarem campeões. Os resultados acabaram por ser expectáveis face às mudanças. Uma derrota e um empate fecharam uma temporada única.

FM Save 4 1

 

PRÓXIMA PÁGINA: RENOVA OU NÃO RENOVA?

Pedro Ferreira
Pedro Ferreirahttps://goalpoint.pt
Co-fundador da GoalPoint Partners, em 2014. Desempenhou entre 2011 e 2013 os cargos de Secretário-Geral da SAD do Sporting Clube de Portugal, Director da Equipa B e da Academia Sporting.
GoalPoint

GRÁTIS
BAIXAR