Em todos nós há um pouco de sonhador. Quem nunca imaginou ter os melhores treinadores ou os melhores jogadores do Mundo no seu clube que atire a primeira pedra! Mas no futebol, e no português em particular, a maioria dos nossos sonhos são impossíveis de realizar, e o GoalPoint decidiu ajudá-lo a, pelo menos, torná-los um pouco mais reais… no reino da fantasia de Football Manager 2016. Para nos ajudar na missão “convocámos” um reforço de peso, Bruno Luís, um dos principais responsáveis pela pesquisa oficial portuguesa do jogo e que ainda recentemente entrevistámos.

A primeira saga é simples e materializa um dos sonhos mais populares entre os adeptos. E se os clubes portugueses conseguissem manter as suas maiores estrelas, fruto de um cenário alternativo em que a Liga NOS fosse ela sim o maior “El Dorado” do futebol mundial? Avançamos então para este cenário “what if”, ao estilo dos livros de História alternativa.

Uma nova ordem no futebol europeu

O sonho começa com uma notícia bem real, com a confirmação dos escândalos na FIFA e na UEFA. Depostos que foram Blatter e Platini – e aqui entra a fantasia – há uma nova e irreverente cara a ditar os destinos do futebol mundial, e um dos seus primeiros objectivos é o reequilibrio de forças entre os clubes europeus. Para isso avançou com uma polémica medida, fazer regressar à base as cinco maiores vendas de cada clube. Portugal será o país-piloto para o ano zero, e a medida ditou os seguintes regressos:

FM 2016: O regresso das vedetas
Clique para ampliar

O Zenit, o clube mais prejudicado com a situação devido à perda de Hulk, Witsel, Neto e Danny, ameaça com a saída da UEFA e consequentemente a Gazprom anuncia a desistência de patrocínio da competição. Mas não só o gigante russo contesta a proposta. Florentino Pérez ameaça com uma acção nos tribunais civis se “CR7” não voltar de imediato a Madrid juntamente com James, que está de regresso ao Dragão, e Pepe de volta à Madeira.

Por outro lado, os adeptos rivais do Atlético regozijam com a decisão e ficam duplamente contentes com a saída de Jackson “Paquete” Martínez, que até então não havia confirmado as expectativas. Em Manchester, os adeptos do City também suspiram de alívio com a saída de Mangala, considerado por aqueles lados como a pior transferência de que há memória.

Euforia lusa

Já as reacções no futebol português foram obviamente positivas na sua maioria, começando por Bruno de Carvalho que escreveu imediatamente no seu Facebook: “Rojo está de volta e não pagaremos um cêntimo por isso, Doyen a quem doer”, complementando com “o Sporting tem neste momento o melhor plantel do Mundo, fruto do meu trabalho, ponto!”.

Do outro lado da segunda circular, Luís Filipe Vieira, apanhado à saída das piscinas de Alvalade, apenas adiantou: “Primamos pela transparência no nosso trabalho, logo se os contratos são públicos via CMVM não há nada mais a acrescentar”, e anteviu um acréscimo do número de sócios devido ao regresso de todas estas estrelas à Luz. “O Kit Sócio terá ofertas bastante apetecíveis como o direito a fumar uma beata com o Fábio Coentrão enquanto este estiver lesionado.”

No Dragão, Pinto da Costa, visivelmente satisfeito com a decisão, ironizou: “Acabei agora de saber que está a chegar um carregamento colombiano, mas não sei se a nossa Porta 18 dará para tudo”, referindo-se ao regresso de James, Jackson e Falcão. Mário Jardel também foi visto no Dragão e, quando questionado sobre o propósito da sua visita à Invicta, respondeu: “Vim como deputado do Rio Grande do Sul, saber mais sobre o carregamento colombiano, mas infelizmente não era o que esperava.”

Como seria de esperar, Cristiano Ronaldo é o regressado ao futebol Português de maior “cartel”.

FM 2016: Ronaldo de regresso a casa
Ronaldo de regresso? Os “leões” até subiam à pala para assistir à estreia!

Na sua grande maioria são regressos bastante úteis para os treinadores, com uma ou outra excepção de jogadores em final de carreira. O mais novo do clã Regufe Alves, Júlio, é o único que se encontrava sem clube e beneficia com a situação.

> NA PRÓXIMA PÁGINA: A PRÉ-TEMPORADA