Provavelmente se está a ler isto é porque já dedicou, ou ainda dedica, muitas horas da sua vida ao mítico Football Manager. Tal como o leitor, também nós em algum momento das nossas vidas já fomos completamente “agarrados” pelo Football Manager, e os mais perfeccionistas além do tempo que perderam a jogar, terão com certeza discordado e argumentado sobre as avaliações feitas pelo jogo e seus ‘researchers’ para os seus jogadores preferidos (e não só).

Transformar um conjunto de observações em valores de 1 a 20 para dezenas de atributos em centenas de jogadores não é tarefa fácil, mas nós na GoalPoint, tendo em conta toda a estatística que fomos armazenando desde a época passada, estávamos em condições de apoiar o trabalho de quem toma estas decisões na base de dados do FM. E assim foi.

Num trabalho exaustivo tendo em perspectiva o habitual update de Inverno que saiu hoje (sexta-feira 4 de Março), juntámo-nos aos researchers lusos do FM e analisámos os dados de centenas de jogadores da Liga NOS, tendo como objectivo tornar os seus perfis mais realistas, e no limite, tornar a experiência de jogo melhor para todos os “viciados”.

Após a colaboração com o TransferMarkt esta é mais uma parceria que nos motiva e faz sentido. Mas para não ser só conversa deixamos algumas notas sobre algumas alterações que irá encontrar, assim que instalar o seu update!

Sporting CP: revisão em alta para (quase) todos

Islam Slimani
Islam Slimani (foto: J. Trindade)

Desde logo, e tendo em conta que esta época os leões se assumiram, com resultados, como reais candidatos ao título, urgia uma melhoria das suas principais figuras em relação a versão anteriores da base de dados. Jogadores como Adrien Silva, João Mário e Slimani viram as suas qualidades revistas em alta, e nomeadamente no caso do argelino, as estatísticas foram importantes para suportar melhorias ao nível do cabeceamento. Slimani é o jogador que mais remates de cabeça faz por jogo em toda a Europa, e para quem gosta de jogar com os “leões”, é só arranjar quem cruze com eficácia que “Super Slim” não terá problemas em finalizar de cabeça recorrendo ao seu 19 em cabeceamento.

Na capítulo do cruzamento houve um caso curioso que mereceu especial atenção. Gelson Martins, que antes do update de Inverno tinha um 14 nesse atributo, viu a sua avaliação descer para 8 tendo em conta a baixa beficácia de cruzamento que apresenta (13%). No entanto, para compensar o internacional sub-21 está agora mais rápido e fantasista, e continua a ser daqueles diamantes em quem apostar as fichas.

Quem viu a sua má forma reflectida também no jogo foi William Carvalho. O médio-defensivo está longe de corresponder às expectativas que prometeu, e viu o seu potencial e abilidade piorados, principalmente ao nível dos atributos técnicos como passe, finta ou primeiro toque. Isto reflecte os números da GoalPoint que indicam o “príncipe” como um dos piores médios-defensivos do campeonato ao nível da criação de oportunidades e da capacidade para criar desiquilibrios com bola.

> NA PRÓXIMA PÁGINA: SUBIDAS E DESCIDAS NAS “ÁGUIAS”