GoalPoint-France-Germany-Nations-League-2018-Ratings
Clique para ampliar
GoalPoint-France-Germany-Nations-League-2018-MVP
Clique para ampliar
GoalPoint-France-Germany-Nations-League-2018-90m
Clique para ampliar

A França recebeu e venceu a Alemanha por 2-1, no Stade de France, em jogo da terceira jornada do Grupo 1 da Liga das Nações. Apesar da primeira parte em que os germânicos foram superiores, os actuais campeões do Mundo corrigiram a exibição no segundo tempo e deram a volta ao marcador, graças a um bis de Antoine Griezmann. Um resultado que coloca os gauleses com sete pontos em três jogos e deixa os visitantes com apenas um ponto – e com grandes probabilidades de terminar no último lugar.

A primeira parte pertenceu por inteiro à Alemanha, não só pela vantagem de 1-0 com que atingiu o descanso, golo de Toni Kroos, de grande penalidade, aos 14 minutos, mas pela superioridade táctica, expressa num irrepreensível posicionamento dos seus médios e em velozes transições. Os visitantes registaram 61% de posse de bola nos primeiros 45 minutos, cinco remates (os mesmos que os franceses) e os dois únicos enquadrados da partida. Contudo, tudo mudou após o intervalo.

Os gauleses assumiram o comando das operações e, aos 62 minutos, quando Antoine Griezmann empatou com um espectacular golpe de cabeça, registavam 63% de posse de bola e cinco remates no segundo tempo, dois enquadrados, contra apenas duas tentativas contrárias. O tento de Griezmann justificava-se há muito e despoletou a reacção da Alemanha, que equilibrou as operações. Mas ao mesmo tempo expôs a “mannschaft” à velocidade dos franceses. Numa transição, os campeões do Mundo beneficiaram de uma grande penalidade (falta de Mats Hummels sobre Blaise Matuidi), que Griezmann converteu no 2-1, aos 80 minutos.

No final, os alemães registaram com mais bola, cerca de 56% de posse, mas sem conseguir travar a grande qualidade dos franceses no ataque. Os gauleses remataram mais (14-11), enquadraram mais um disparo (4-3), num jogo em que ambas as formações mostraram grande capacidade no passe (87% de eficácia). Mas o melhor em campo foi alemão. Com um golo apontado, Toni Kroos foi o MVP da partida, registando um GoalPoint Rating de 8.0, fruto também de incríveis seis passes para finalização, 73 passes certos em 77 tentativas e 97 acções com bola. O melhor francês foi, naturalmente, Griezmann, que bisou e terminou com um rating de 7.5.