GoalPoint-Frankfurt-Düsseldorf-German-Bundesliga-201819-Ratings
Clique para ampliar

GoalPoint-Frankfurt-Düsseldorf-German-Bundesliga-201819-MVP-1
Clique para ampliar

GoalPoint-Frankfurt-Düsseldorf-German-Bundesliga-201819-MVP-4
Clique para ampliar

GoalPoint-Frankfurt-Düsseldorf-German-Bundesliga-201819-90m
Clique para ampliar

A oitava jornada da Bundesliga começou com um jogo extraordinário, uma goleada das antigas e uma exibição perfeita de um jogador que já passou por Portugal. Bom, de dois, mas já lá vamos. O Eintracht de Frankfurt esmagou o Fortuna de Düsseldorf por 7-1 e Luka Jovic, emprestado pelo Benfica ao emblema alemão, marcou nada menos que cinco golos e registou um GoalPoint Rating de 10.0.

Num jogo de sentido único, em que o Frankfurt enquadrou 13 dos seus 21 remates, o sérvio foi responsável por seis disparos, todos enquadrados, dos quais cinco resultaram em golo – o primeiro uma verdadeira maravilha. O ponta-de-lança ganhou ainda dois de quatro duelos aéreos ofensivos e completou dois de três dribles, numa prestação de sonho. Mas que, curiosamente, não foi a única. Tal como aconteceu há cerca de dois anos, num Barcelona-Celtic da Liga dos Campeões em que Lionel Messi e Neymar brilharam, este encontro teve duas notas máximas.

Sébastien Haller também registou um 10.0, fruto de dois golos, cinco remates enquadrados em sete tentativas, seis duelos aéreos ofensivos ganhos em oito, duas assistências em cinco passes para finalização e as quatro tentativas de drible completas. Números estratosféricos do francês e pouco habituais e que explicam, no final, o desequilíbrio no marcador.

Jovic passou a ser, com os seus cinco golos, o melhor marcador da Bundesliga, com sete tentos, antes de se completar a ronda durante o fim-de-semana.