Hamilton 🆚 Schumacher, duelo marcado em Portimão

-

A Fórmula 1 está de volta a Portugal, 24 anos após Jacques Villeneuve levantar o último “caneco” do Grande Prémio do Estoril. O regresso entusiasma, pelo que decidimos fazer uma pequena incursão num tema que, não sendo a nossa especialidade, também capta a nossa paixão. E que melhor forma de o fazer do que prepararmos um comparativo à GoalPoint entre o maior piloto da actualidade e o (para muitos) GOAT de F1? Ainda por cima um duelo cujos números passam, como iremos explicar, pelo Grande Prémio de Portimão (13h10, Domingo).

Lendas quantitativas, ao estilo de Cristiano e Messi

Apesar de se terem defrontado nas pistas, Lewis e Michael não coincidiram competitivamente como Messi e Ronaldo o fazem ainda, nos relvados. Mas tal como os dois maiores jogadores de futebol da actualidade, nem todos os vêem como os GOATS da sua arte, até pela dificuldade em comparar eras, sobretudo na F1. No entanto, e tal como sucede com os feitos de CR7 e Leo, a discussão quase desaparece na hora de reconhecer os feitos quantitativos que os dois colossos do volante somaram nas suas carreiras: medidos por essa bitola, sobram poucos pilotos que se intrometam no duelo entre Hamilton e Schumacher.

[ A épica batalha entre o emergente Hamilton e um Schumacher prestes a pendurar as luvas ]

O propósito de um comparativo entre Lewis Hamilton e Michael Schumacher apenas surpreenderá os mais desligados da Fórmula 1, nos quais se incluem alguns “boomers rabugentos” (como eu) que consideram, normalmente com base no “achómetro” natural de quem sabe pouco do tema sobre o qual opina, que a F1 já não reúne as características de outras eras, vistas por muitos como dignas de justificar o “endeusamento” dos pilotos que as correram. Mas a verdade é que, antes mesmo do primeiro Grande Prémio do ano em curso, já se projectavam os recordes que Lewis Hamilton poderia bater, e todos eles na posse do lendário Michael Schumacher.

O Grande Prémio de Portimão poderá permitir a Hamilton atingir um duplo objectivo, e ambos cruzam-se com Michael Schumacher: ultrapassar o alemão no total de vitórias obtidas (91) e cimentar ainda mais a corrida ao seu 7º campeonato, esse cada vez mais certo, e que lhe permitirá igualar o recorde de títulos do germânico. Mas há mais números a ter em conta, numa época em que Hamilton já bateu um recorde do germânico (mais pódios, 160).

[ Os números de carreira dos gigantes, que Hamilton já nos obrigou a actualizar após somar a pole em Portimão ]

Clique para ampliar

Os números revelam a dimensão atingida por Hamilton, mas também sublinham/relembram o porquê de Michael Schumacher ser colocado, por muitos, num patamar superior. Sim, é verdade que a vitória em Portimão dará a Hamilton o recorde de vitórias da disciplina, mas “o diabo está nos detalhes”: Schumi venceu 91 vezes partindo na frente em apenas 22% das corridas disputadas, enquanto Lewis saiu na “pole” em quase 37% das vezes que correu (e até tem menos vitórias do que partidas do 1º lugar). Foi também recorrendo a alguns desses “detalhes” que a própria F1 elaborou recentemente um Top-20 onde só o mágico Ayrton Senna batia estes dois craques do volante, e no qual Schumacher batia Hamilton por margem residual.

Os números e peso de voltas mais rápidas e de qualificações à frente do colega de equipa mostram o quão dominador foi Schumacher no seu tempo, a um nível que exigirá a Hamilton ainda mais, caso queira igualar o heptacampeão. Os registos do germânico incutem ainda mais respeito se tivermos em conta que, tal como tantos outros campeões, Michael não correu tanto tempo em “carros candidatos”, ao invés de Hamilton que, sem perder mérito por isso, voou sempre ao serviço de equipas que lhe ofereceram condições “mecânicas” de disputar os primeiros lugares.

[Os recordes da F1 mais significativos que cada um dos “gigantes” detém ]

Os recordes de Schumacher 🇩🇪 Os que já pertencem a Hamilton 🏴󠁧󠁢󠁥󠁮󠁧󠁿
campeonatos (7) vitórias na 1ª época (4)
vitórias numa época (13) vitórias c/ pole (56)
épocas consecutivas c/ vitórias (15) poles (97)**
grand slams* (22) pódios (160)
voltas + rápidas (77) término nos pontos (227)
pódios consecutivos (19)  
voltas c/ líder (5111)  
kms c/ líder (24148)  
* vitória + pole + volta + rápida ** registo atingido já em Portimão

Nota: à partida para o GP de Portimão, Schumacher e Hamilton estão empatados nos seguintes recordes: vitórias (91), vitórias no mesmo GP (8), poles no mesmo GP (8, empatados com Senna)

Sejam quais forem as conclusões que se retirem do comparativo entre os dois pilotos, uma coisa é certa: não só se tratam de duas lendas vivas da Fórmula 1, como teremos de esperar muito tempo até ver outro nome somar os feitos que Lewis e Michael já conquistaram e ofereceram ao automobilismo.

[ O dia em que Michael defrontou Hamilton… em karts ]

Se gostaste desta nossa incursão “fora de pista”, então não percas uma semelhante e recente, nos courts da NBA, para revisitar Michael Jordan e Lebron James, neste link.

Não percas também o regresso da Fórmula 1 a Portugal na Eleven Sports, a partir desta sexta-feira (23.Out) até Domingo (o Grande Prémio arranca às 13h10).

 

Pedro Ferreira
Pedro Ferreirahttps://goalpoint.pt
Co-fundador da GoalPoint Partners, em 2014. Desempenhou entre 2011 e 2013 os cargos de Secretário-Geral da SAD do Sporting Clube de Portugal, Director da Equipa B e da Academia Sporting.
GoalPoint

GRÁTIS
BAIXAR