Hulk abre as hostilidades na Champions 2014/15

São vários os nomes familiares neste episódio: o jogo tinha lugar no Estádio da Luz, defrontavam-se novamente Villas-Boas e Jorge Jesus e no terreno de jogo eram vários os nomes que diziam algo ao futebol português e, em alguns casos, ao Benfica (Witsel, Javi Garcia, Hulk, Danny). E foi neste contexto que Hulk marcou (aos 5 minutos) o primeiro golo desta edição da Liga dos Campeões, num gesto primoroso convenientemente assistido por Shatov. O Zenit viria a obter um resultado (2-0) que poucos prognósticos apontaram, reforçando a ideia de que esta poderá ser uma das mais difíceis e competitivas fases de grupos de sempre da prova máxima europeia.