Alguma vez tinha de ser. O “borrego” estava velho e gordo e não dava para esperar mais, pelo que a Inglaterra “matou-o”. Isto para dizer que a selecção dos “três leões” venceu um desempate por grandes penalidades num Campeonato do Mundo pela primeira vez na sua História, esta terça-feira, ante a Colômbia. É verdade, e esse facto está a ser amplamente realçado pela imprensa inglesa, que viu finalmente a sua equipa ter a força mental suficiente para ganhar na “lotaria” dos penáltis no grande palco.
Aproveita o 1xbet bónus para as tuas apostas.

GoalPoint-Facto-Dia-03-Jul-Inglaterra-Mundial-2018-infog
Clique para ampliar

Esta era uma malapata já velha, mas também perdurava noutros palcos. Na verdade, Inglaterra já antes havia saído por cima nos penáltis numa grande competição, mas temos de recuar até ao Euro 1996 para encontrar um jogo em que os britânicos foram mais fortes neste desempate. No Campeonato da Europa organizado precisamente pela Inglaterra, a formação então orientada por Terry Venables, e que tinha o actual seleccionador Gareth Southgate no “onze”, bateu a Espanha por 4-2 nas grandes penalidades, apurando-se para as meias-finais… E aqui, frente à Alemanha, começou a longa travessia inglesa no deserto dos penáltis, perdendo desta forma, por 6-5. Pelo caminho, duas eliminações da mesma maneira contra Portugal, uma no Euro 2004, outra no Mundial 2006.

Outros factos do dia:

  • Harry Kane foi o primeiro jogador a marcar em seis jogos consecutivos por Inglaterra desde que Tommy Lawton o fez, no longínquo ano de 1939.
  • Yerry Mina foi o primeiro jogador a marcar três ou mais golos de cabeça num único Mundial desde Miroslav Klose em 2002, prova na qual apontou cinco golos.

Confira todos os ratings e análise do Colômbia – Inglaterra neste link!