Num duelo britânico histórico, a Inglaterra esteve a perder frente ao País de Gales (Bale once again), mas protagonizou a reviravolta mesmo ao cair do pano (91 minutos).

Gareth Bale, rei dos livres

A equipa inglesa começou muito bem, com uma oportunidade desaproveitada por Sterling logo aos sete minutos. O domínio inglês era total, com mais remates, mais cantos, mais cruzamentos mais posse mas … menos eficácia, como se comprovaria ao minuto 42.

Gareth Bale, quem mais? Num livre directo, a mais de 30 metros da baliza, o galês do Real Madrid contou com a colaboração do “keeper” inglês Joe Hart para abrir o marcador (segundo golo na prova e de novo de livre), colocando o País de Gales em vantagem no primeiro remate enquadrado que fez.

E do banco veio a reviravolta

As alterações que Roy Hodgson introduziu na partida, juntamente com os jogadores que fez entrar no segundo tempo, tornou ainda mais claro o domínio inglês sobre o seu congénere britânico. A Inglaterra fez mais do dobro do remates da primeira parte e ultrapassou os 70% de posse de bola.

As entradas de Vardy e Sturridge trouxeram poder e fogo e… golos. O avançado do Leicester, Jamie Vardy foi o primeiro a marcar aos 57 minutos, aproveitando um passe errado de Ashley Williams para o seu guarda-redes e a não falhar junto a Wayne Hennessey.

E quanto o empate parecia o mais certo, eis que surge um golo no tempo de compensação (algo cada vez mais comum neste Euro 2016) a dar a vitória suada à Inglaterra. Alli tabela com Sturridge e este fuzila a baliza galesa com um remate colocado ao primeiro. Estava conseguida a primeira vitória inglesa no Euro 2016.

Na vitória inglesa há também trabalho de um jovem jogador. Dele Alli foi para o GoalPoint Rating o jogador mais produtivo 7.3. O extremo do Tottenham não só assistiu o golo da vitória como foi um “quebra-cabeças” para os galeses, vencendo 10 dos 18 duelos que travou.

Factos Estatísticos GoalPoint:

  • Esta foi a primeira vez desde o Euro 96 que a Inglaterra fez alinhar no segundo jogo o mesmo onze que tinha apresentado na primeira partida.
  • Com o golo de hoje, Gareth Bale passa a pertencer ao restrito lote de jogadores que marcaram dois golos de livre directo num Europeu – Michel Platini em 1984 e Thomas Hassler (1992). Zidane também marcou dois golos de livre directo mas em Europeus separados (no Euro 2000 e no Euro 2004).
  • É a primeira que a Inglaterra ganha um jogo, depois de ter estado a perder ao intervalo, em fases finais.
  • Wayne Rooney estabeleceu novo máximo do torneio de passes para ocasião através de lance de bola parada (4).
  • Vardy precisou de apenas 3 toques na bola para marcar o primeiro tento da Inglaterra.
  • Chris Smalling realizou 14 alívios durante o encontro. Um recorde neste 

Fechada a segunda jornada do Grupo B,o Inglaterra é lider com 4 pontos. Na última jornada, os ingleses vão defrontar a Eslováquia.

Por sua vez, o País de Gales está no segunda posição com três pontos e defrontará na próxima ronda a Rússia, que tem a obrigação de ganhar para aspirar a qualificar-se para a próxima fase.

GoalPoint |Inglaterra vs País de Gales | Ratings | Euro 2016
Clique para ampliar
GoalPoint |Inglaterra vs País de Gales|1 parte | Euro 2016
Clique para ampliar
GoalPoint |Inglaterra vs País de Gales | 2ª parte | Euro 2016
Clique para ampliar
GoalPoint |Inglaterra vs País de Gales | Ratings | Euro 2016
Clique para ampliar