Jesus: Obsessões, Ferraris e Rui Vitória

Jorge Jesus elevou a fasquia no clima de hostilidade existente entre os treinadores de Sporting e Benfica após a vitória, abordando a acusação de viver obcecado com o ex-clube, classificando-o de Ferrari e… desclassificando profissionalmente o homólogo “encarnado”. Uma novela típica do futebol português, que (infelizmente) certamente terá próximos capítulos.