Jonas, três vezes Jonas. O caro leitor perguntará, e com legitimidade, como é possível. Nós, no GoalPoint, também dizemos em tom de brincadeira que mais vale copiar o texto do mês anterior e mudar apenas os números. Mas é verdade. O brasileiro do SL Benfica é mais uma vez o Jogador do Mês, referente a Janeiro. Mas caso já nos conheça sabe que a escolha não é nossa mas sim dos “números”, nomeadamente do GoalPoint Ratings, que pondera o desempenho estatístico dos candidatos. E por mais que olhemos para os números não sobram grandes dúvidas: o brasileiro é, até ao momento, o jogador mais produtivo e influente da Liga. 

Neste momento, Jonas é o líder isolado dos melhores marcadores da Liga NOS, com 21 tentos, mais cinco que o seu mais directo perseguidor, Islam Slimani, do Sporting CP. Tudo isto fruto de 78 remates (4,3 a cada 90 minutos) e uma taxa de concretização de 27%. Soma também nove assistências e 38 passes para ocasião. Este é retrato global do “Pistolas” até à 20ª jornada do campeonato, mas o que tem impressionado mesmo são os valores parciais mensais em comparação com os restantes futebolistas em prova. A cada mês que passa, o avançado não desilude e cumpre, fiel à sua missão.

Jogador do mês - Janeiro 2016 - Jonas - SL Benfica - Liga NOS 2015/16
Clique na infografia para ampliar (infografia: GoalPoint fotografia: João Trindade)

Ano novo, vida velha

Pouco ou nada mudou em relação a Setembro/Outubro e Novembro/Dezembro. Jonas ganhou em toda a linha no nosso GoalPoint Ratings™, com uma média de 7.15. O segundo foi o também benfiquista Pizzi, com 6.88, e o terceiro o sportinguista Adrien Silva, com 6.76, pelo que a vitória do brasileiro é incontestável (confira no final do artigo a lista do Top-20 do mês).

Vamos ao que interessa, os números do mês. Jonas fez oito golos em seis partidas no mês que agora terminou: dois ao Marítimo, três ao Nacional, um ao Arouca e outros dois ao Moreirense, tudo em 24 remates. Mas não é só de golos que o “Pistolas” se pode gabar. Neste período deu três a marcar aos colegas, fez dez passes para ocasião e foi eleito homem do jogo em metade das partidas que disputou. É obra.

É válido dizer, pelos números que acabámos de expor, que Jonas não é apenas um “matador”. É igualmente uma peça-chave na manobra do Benfica, um jogador de colectivo, e de luta. Um dos aspectos mais impressionantes em Jonas nem são os golos marcados, mas, curiosamente, a sua eficácia nos duelos individuais pelo ar, que contribuíram também para o rating médio mensal. Em Janeiro, o brasileiro ganhou 78% das disputas pelo ar em que participou, sendo mais impressionante o facto de a média dos avançados neste tipo de lances rondar os 35%.

Foi mesmo o segundo melhor da Liga NOS neste capítulo, apenas atrás de Willy Boly, defesa o SC Braga que ganhou 86%. Como comparação com o outro avançado de referência deste campeonato, é de notar que Slimani, por exemplo, não foi além dos 48%, valor já muito bom para um atacante. É certo que Jonas tem uma invulgar capacidade de fugir às marcações e atacar a bola livre de marcação, mas também esse facto demonstra inteligência e contribui para a eficácia atacante

O último desafio: os grandes jogos

No entanto, Jonas poderá estar perante um período complicado. A crítica mais velada ao brasileiro é a sua poupa preponderância nos jogos frente aos outros “grandes” do futebol português, aos quais não marcou ainda qualquer golo. Já este mês, os comandados de Rui Vitória recebem o FC Porto, e em Março é a vez de as “águias” visitarem o Sporting em Alvalade. É nesta altura que Jonas poderá convencer os que ainda são cépticos em relação às suas qualidades ou, ao invés, confirmar a ideia de que se apaga nos grandes jogos.

Será que Fevereiro trará um novo jogador do mês? Esperamos que sim há algum tempo, nem que seja para termos o gosto de analisar outro jogador em evidência mas a verdade é que o “pistolas” não tem dado grande hipótese. Veremos, por agora concluímos com a lista dos 20 melhores GoalPoint Ratings de Janeiro de 2016.

[vc_table vc_table_theme=”simple”][b;bg#000000;align-left;c#ffffff]Jogador,[b;bg#000000;align-left;c#ffffff]Clube,[align-center;b;bg#000000;c#ffffff]GP%20Rating|[bg#f2c937]Jonas,[bg#f2c937]Benfica,[align-center;bg#f2c937]7.15|Pizzi,Benfica,[align-center]6.88|Adrien%20Silva,Sporting,[align-center]6.76|Lucas%20Souza,Tondela,[align-center]6.62|Jo%C3%A3o%20M%C3%A1rio,Sporting,[align-center]6.56|Mika,Boavista,[align-center]6.45|Danilo%20Pereira,Porto,[align-center]6.41|Ot%C3%A1vio,V.%20Guimar%C3%A3es,[align-center]6.39|Diego%20Carlos,Estoril,[align-center]6.38|Yacine%20Brahimi,Porto,[align-center]6.36[/vc_table]

Não perca amanhã a revelação dos 10 magníficos que acompanham Jonas no “onze” GoalPoint Ratings da Liga NOS do mês de Janeiro!