Findo o primeiro mês de Liga NOS 16/17 chega a hora de conhecer o primeiro pretendente ao trono conquistado pelo benfiquista Jonas, o Jogador do Ano GoalPoint Ratings da Liga NOS da última época.

Todos os meses daremos a conhecer o “titular” da melhor média de desempenho segundo o nosso algoritmo, automaticamente eleito o jogador do mês. Agosto lança na liderança precisamente uma das maiores vítimas da regularidade do “pistolas” em 2015/16: Miguel Layún, o mexicano que já não precisa da titularidade garantida para mostrar números impressionantes.

Dar minutos de avanço

GoalPoint | Roma - Porto | Champions League 2016/17 | MVP
Layún respondeu à chamada em roma

Primeira jornada, o FC Porto desloca-se a Vila do Conde. Layún assiste ao apito inicial da Liga NOS sentado no banco. Para surpresa de muitos o autor de 13 das 49 assistências somadas pelos “dragões” na época passada na Liga NOS (apenas Gaitán somou mais na prova, 14) perdia a titularidade para Alex Telles, uma das contratações “azuis-e-brancas” do defeso. A coisa não ficaria por aí. A 22 minutos do final o mexicano era lançado em campo, imediatamente após a expulsão de… Telles. Seguiu-se Roma, Estoril e a difícil deslocação a Alvalade (onde apesar da derrota foi um dos melhores “dragões”) e não mais Layún saiu das opções, embora beneficiando também da lesão de Maxi Pereira.

GoalPoint | Jogador do mês GoalPoint Ratings Liga NOS 2016/17 | Miguel Layún, FC Porto
Clique para ampliar

Máquina de criar de perigo

GoalPoint | FC Porto vs Estoril | Liga NOS 2016/17 | MVP
A melhor exibição do mexicano até ao momento na Liga NOS

Pecúlio final? Com menos 68 minutos jogados do que os totalistas das primeiras três jornadas da Liga NOS, Layún virou o mês como líder em assistências para golo (duas, tal como outros quatro jogadores, mas com menos minutos), segundo jogador com mais passes para ocasião (nove, apenas Pizzi soma mais, 13) e “artista” com mais cruzamentos eficazes (Pizzi e Rúben Ferreira somam nove).

Para lá da média líder 7.45, Layún registou também o GoalPoint Ratings mais elevado do mês 8.7, na recepção ao Estoril, jogo no qual, para lá de uma assistência, somou ainda outros seis passes que levaram perigo à defesa visitante. Uma máquina de criar perigo que os portistas já conhecem e que Nuno Espírito Santo vai descobrindo (?) neste arranque de temporada.

Apesar de tudo a eleição de Miguel Layún como Jogador do Mês não foi tão “folgada” como o seu desempenho pode fazer crer. Mas sobre os restantes dez “craques” que compõem o melhor “onze” GoalPoint Ratings de Agosto de 2016 falaremos amanhã, quando revelarmos a equipa do mês da Liga NOS 16/17!