Aqui está! Mais uma vez Jonas é o… Não, afinal não. Senhoras e senhores, em Fevereiro não é Jonas o Jogador do Mês GoalPoint! Após três nomeações consecutivas o prémio muda de jogador e de língua. Miguel Layún roubou os holofotes (estatísticos) ao actual líder da corrida à Bota de Ouro mercê de um mês espectacular que só amplia a surpresa em relação ao mexicano, em ano de estreia (fulgurante) na Liga NOS.

Layún não pára de surpreender e, com base no seu desempenho GoalPoint Ratings, o lateral-esquerdo bateu toda a concorrência, e não apenas Jonas. Aliás, o brasileiro ficou mesmo em terceiro lugar na nossa tabela. Já lhe explicaremos quem ficou em segundo e porquê. Para já, vale a pena destacar o trabalho do jogador do FC Porto que, em Fevereiro, e com “apenas” 1.755 minutos no campeonato, soma já 13 assistências, tantas quantas Nico Gaitán (líder do passe para golo da época passada)  conseguiu em 2.145 minutos ao longo de toda a temporada 14/15.

Jogador do mês GoalPoint 2015/16 - Fevereiro 2016 - Layún - FC Porto
Clique na infografia para ampliar (infografia: GoalPoint foto: J. Trindade)

O homem das “prendas”

Vamos então aos números. Layún somou, em Fevereiro, 7.02 no nosso GoalPoint Ratings, pouco menos do que os 7.15 de Jonas na última análise. Tudo isto porque Layún foi o melhor do FC Porto em dois dos três jogos que disputou no mês, frente ao Arouca e ao Moreirense, e registou valores impressionantes: fez 1.7 remates a cada 90 minutos, sendo o melhor lateral da Liga neste aspecto; fez uma assistência por partida (o melhor jogador da Liga neste vector); cinco passes para ocasião (por 90 mins, melhor da Liga); foi também o futebolista que mais cruzamentos fez a cada 90 minutos (7.3), 2.3 certos (segundo melhor do campeonato); e registou 2.7 desarmes por 90 minutos (o melhor portista).

Em segundo lugar também não ficou Jonas. E esta é a grande surpresa (ou talvez não, para quem tem acompanhado o jogador “surpresa”) desta tabela. Em segundo ficou o médio-criativo do V. Guimarães, emprestado pelo FC porto, Octávio. O brasileiro de 21 anos fez os 90 minutos dos primeiros três jogos do mês, e apenas no último, frente ao Sporting, saiu aos 76 (devido à expulsão de Josué), o que atesta a sua importância crescente na equipa de Sérgio Conceição. Octávio fez, no mês que passou, dois golos, duas assistências, 11 passes para ocasião, e registou 6.98 no GoalPoint Ratings™.

E Jonas, afinal? Desengane-se quem pense que o benfiquista está em queda. A exibição modesta em casa ante o FC Porto (o seu calcanhar de Aquiles) pesou, certamente, neste terceiro lugar, mas o “Pistolas” continua a ter balas. Fez quatro golos em Fevereiro, oito passes para ocasião, uma média de 4,5 remates por encontro e continuou a valer pontos ao Benfica. Os seus 6.93 no GoalPoint Ratings™ continuam a ser um motivo de satisfação para Jonas.

Terminamos com o top-10 GoalPoint Ratings™ de Fevereiro:

JogadorClubeGP Rating
Miguel LayúnFC Porto7.02
OtávioVitória SC6.98
JonasSL Benfica6.93
PizziSL Benfica6.92
CássioRio Ave6.88
João MárioSporting CP6.70
Raúl GudiñoCF União6.65
Diogo JotaP. Ferreira6.64
Diego CarlosEstoril Praia6.47
Kostas MitroglouSL Benfica6.44

Não perca amanhã a revelação dos 10 magníficos que acompanham Layún no “onze” GoalPoint Ratings da Liga NOS do mês de Fevereiro!