Jogador do mês | Luis Díaz, o super-homem do Dragão 🦸‍♂️

-

Alvo da cobiça europeia, Luis Díaz esteve com um pé fora do Dragão no último defeso mas acabou por ficar, para sorte de Conceição e de toda a nação “azul-e-branca”. Desde então o colombiano tem “partido tudo”, numa época de total afirmação, interna e internacional. Poucos serão os que, por esta altura, não o consideram o melhor jogador da Liga em curso, não admirando assim que tenha pulverizado a concorrência  na corrida a melhor GoalPoint Rating das cinco jornadas disputadas entre Outubro e Novembro.

Quem o diz é o nosso Antunes após analisar o que fizeram os jogadores (com mais de 300 minutos jogados) entre a 8ª e a 12ª jornadas da Liga Bwin. Os GoalPointers parecem concordar, conforme se percebe nos resultados da “sondagem” que lançámos hoje no twitter. Tanto os convencidos como os renitentes encontrarão nos seguintes dados o comprovativo da fantástica fase que vive o nosso MVP mensal.

GoalPoint-Luis-Díaz-POM-Outubro-Novembro-2021-infog
Clique para ampliar

O facto mais óbvio é que Luis Díaz foi o jogador mais prolífico na hora do golo. Nada menos que cinco tentos nestas cinco jornadas, alguns de grande espectacularidade, ajudando o portista a assumir-se, nesta fase da época, como o melhor marcador da Liga, com dez tentos. Neste período marcou uma média de 1,1 golos a cada 90 minutos e ainda fez uma assistência. O rating parcial acumulado de 8.18 do colombiano nesta fase é um dos mais altos de que temos registo nos jogadores do mês, e não é por acaso.

A ameaçar a nota 10.0

Apenas na jornada 9, ante o Tondela, o extremo destoou um pouco, de resto esteve sempre em altíssimo nível, em especial a partir da ronda 10, na qual registou um extraordinário 8.4, no triunfo sobre o Boavista por 4-1, graças a um golo e uma assistência. Porém, o melhor estava para vir, com duas exibições a atingirem quase a perfeição.

O “dragão” foi aos Açores bater o Santa Clara por 3-0 e Luis Díaz arrasou por completo, alcançando um 9.5, com dois golos marcados, três passes para finalização, três dribles eficazes em cinco e 14 passes aproximativos, mas acima de tudo, uma velocidade, mobilidade e disponibilidade física que os homens da casa nunca conseguiram contrariar. Na última ronda, mais do mesmo, com um 9.3 que ajudou a derrubar o Vitória de Guimarães na Invicta, com mais um golo em três remates, uma flagrante criada e excelentes seis passes para finalização, além de 15 passes aproximativos recebidos, o que demonstra a confiança que os colegas de equipa têm em Díaz, muito solicitado no ataque.

Números arrasadores

Como referimos anteriormente, Luis Díaz foi o melhor marcador nas jornadas de Outubro e Novembro. Ao todo foram cinco golos, que podem ser vistos no mapa em baixo com todos os remates do extremo neste período. É notória a sua capacidade quase imparável de partir da esquerda e arrancar remates poderosos e colocados para o poste mais distante.

[ Os 16 remates de Díaz nestas cinco jornadas, a amarelo os golos (alguns sobrepostos), a azul os enquadrados ]

GoalPoint-Luis-Díaz-Porto-Remates-Liga-Bwin-202122
Clique para ampliar

O colombiano foi o quarto jogador que mais rematou no período em análise, 16 vezes, uma média de 3,4 a cada 90 minutos, 3,2 de bola corrida, terceiro valor mais alto no que toca a médias. Entre jogadores com pelo menos dois disparos por partida foi o terceiro em conversão de remate, excelentes 31,3%. Mas há mais.

[ O heatmap de acções com bola, as conduções aproximativas + dribles + faltas sofridas (centro) e os passes para finalização de Díaz ]

Os três mapas em cima espelham o futebol de Luis Díaz, a começar pelo heatmap, que retira qualquer dúvida sobre o posicionamento prioritário do colombiano com bola. É a partir daqui que arranca para conduções aproximativas – no mapa do centro, as linhas tracejadas que mostram redução de distância para a baliza em pelo menos 25% e pelo menos dez metros -, variável na qual foi o jogador com melhores números em termos absolutos, com 19, e terceiro na média por 90 minutos (4,4).

Também no mapa do centro, as estrelas amarelas mostram as zonas em que Díaz completou dribles, sendo que em termos absolutos o colombiano foi o terceiro em tentativas (25) e também em completos (14, os tais amarelos). As setas azuis mostram os locais em que foi travado em falta, enquanto o mapa da direita retrata os passes para finalização, da origem ao destino dos mesmos. Díaz fez em média 2,8 passes para finalização por 90 minutos, todos de bola corrida, o que neste caso corresponde ao máximo nestas cinco jornadas.

[ O incrível golo do colombiano… da esquerda para a direita ]

A arrasar desde a Copa América

Luis Díaz esteve longe de ser escolha indiscutível de Sérgio Conceição na época passada, mas algo aconteceu ao colombiano a partir da Copa América. O extremo foi, a par de Lionel Messi, o melhor marcador da competição, com quatro golos, mostrando desde logo uma mudança no paradigma do futebol do jogador de (ainda) 24 anos.

GoalPoint-Luis_Díaz_2020_vs_Luis_Díaz_2021-infog
Clique para ampliar

Em 12 jornadas de 2021/22, Díaz está perto de atingir o dobro dos golos que conseguiu em 30 partidas da época passada na Liga. Foram seis os tentos alcançados contra os actuais dez, e olhando para alguns dados comparativos, nota-se um menor foco no drible e mais na finalização. O colombiano fez uma média de dois remates por jogo na temporada transacta, quase menos um do que na actual, e larga a bola bem mais depressa. De 1,1 passes para finalização em 20/21 passou para 2,0, dados que nos permitem afirmar que o portista está um jogador mais maduro, objectivo e pragmático. É para continuar, Luis?

Parabéns Luis Díaz!

Descobre neste link todos os Jogadores do Mês GoalPoint da Liga Bwin.

Notas metodológicas:

  1. O GoalPoint Rating mensal é atribuído com base no desempenho consolidado de cada jogador no somatório dos minutos disputados ao longo do período em análise e não sobre a média de cada rating que lhe é atribuído em cada jogo.
  2. Os dados estatísticos de cada partida são auditados, até 48 horas após o término do jogo, pela Opta, o nosso provedor e parceiro estatístico. Tal revisão, que visa garantir a qualidade e fiabilidade para fins profissionais (vide mais informação em GoalPoint Pro), tem impacto nos dados de desempenho agregados dos jogadores e, consequentemente, o seu GoalPoint Rating acumulado.
Pedro Tudela
Pedro Tudela
Profissional freelancer com 19 anos de carreira no jornalismo desportivo, colaborou, entre outros media nacionais, com A Bola e o UEFA.com.