O mês de Agosto assinalou o arranque da Liga NOS 2018/19. Na fase de todas as incógnitas e dúvidas quanto aos desempenhos colectivos e individuais, de definições de plantéis e sistemas de jogo, há sempre nomes que se começam a destacar mais do que todos os outros, muitas vezes por questões físicas, dado o precoce das épocas. Há quem argumente o facto de o Benfica ter arrancado a época mais cedo, devido à qualificação para a Liga dos Campeões, como estando na génese do surgimento de vários jogadores em grande forma nesta altura. Porém, sendo ou não verdade, não há como ignorar que Pizzi atingiu, neste arranque de temporada, níveis de desempenho muito elevados, como nunca chegou a apresentar em 2017/18, em qualquer das alturas da época.

Assim, em Agosto, que abarca as primeiras quatro jornadas da Liga NOS 2018/19, Pizzi é o Jogador do Mês, com base nos nosso GoalPoint Ratings. Esta distinção acaba por ser natural, tendo em conta algumas exibições de grande nível por parte do médio. Certamente que a prestação logo no arranque na Liga, no triunfo por 3-2 sobre o V. Guimarães, no Estádio da Luz, no qual fez um “hat-trick” e registou um rating de 9.5, tem um peso grande nesta distinção, mas mesmo após esse encontro, o médio nunca baixo verdadeiramente a guarda, pelo que o seu rating médio acabou por não sofrer nenhuma quebra significativa. Pizzi foi o melhor de Agosto com um extraordinário 8.41. Aliás, este é o rating médio mais elevado de sempre de um jogador do mês, obliterando o 7.72 de Yacine Brahimi em Dezembro de 2016.

❤ O "tou em todas" brigantino😆 O "bombardeiro" da Pedreira😲 A nova extensão da muralha do Castelo de GuimarãesQuem…

Publiée par GoalPoint.pt sur Lundi 3 septembre 2018

 

Perguntámos aos nossos leitores qual foi, para eles, o melhor jogador de Agosto na Liga NOS e, à altura de redigirmos este texto, o guarda-redes Douglas liderava as escolhas, com larga vantagem. A exibição no triunfo do V. Guimarães no Dragão, por 3-2, teve, certamente, um peso grande nesta eleição, mas não só, pois o guardião tem estado em grande forma. Mas já lá vamos.

Arrasador no último terço

A época passada não foi das mais felizes para Pizzi, apesar de ter registado, ainda assim, alguns dados de desempenho bem acima da média. O brigantino não foi o jogador preponderante de anos anteriores, no comando do meio-campo – o que, em última análise, precipitou a opção pelo 4-3-3 -, nos momentos defensivos, na integração no ataque. E foi precisamente neste último aspecto que o jogador do Benfica tem estado verdadeiramente implacável. Neste momento conta com seis golos e três assistências em todas as competições, sendo que lidera a lista de melhores marcadores da Liga NOS, a par de Dyego Sousa, do Braga, com quatro tentos.

Pizzi fez, assim, o primeiro golo da Liga NOS 2018/19

Desses quatro golos, três foram marcados na primeira jornada, sendo que as duas assistências na Liga registaram-se na última ronda, na Madeira. No total, Pizzi tem mão (ou melhor, pés) em 60% dos dez tentos que o Benfica já marcou esta temporada no campeonato, algo verdadeiramente notável, e só não contribuiu decisivamente para alterações do marcador no dérbi frente ao Sporting.

Mas Pizzi não tem sido só golos, quando toca a atacar. O médio tem uma média de três remates por partida até ao momento, sendo que enquadrou sete dos 12 disparos que fez até ao momento. Uma eficácia de remate muito elevada até para um avançado, quanto mais para um centro-campista. No que toca às ofertas para os colegas, Pizzi já soma 14 passes para finalização (3,5 por 90 mins, o máximo da prova), com seis deles a serem realizados ante o Nacional. Números que não deixam dúvidas sobre a saúde futebolística do português de 28 anos, que beneficia claramente da liberdade que lhe é concedida a meio-campo, para se integrar na grande área.

GoalPoint-Jogador-mes-Agosto-2018-Pizzi-Benfica-Liga-NOS-201819-infog
Clique para ampliar

Por outro lado, Pizzi é, igualmente, um jogador sempre presente. Neste momento é o terceiro com mais acções com bola por 90 minutos, 88,2, apenas atrás dos 89,8 de Álex Grimaldo, também do Benfica, e Afonso Figueiredo, do Rio Ave, com 89,5. E é o jogador que mais entregas realiza no último terço, cerca de 26,8 por 90 minutos, com 75% de acerto – percentagem até explicada pelo facto de fazer cerca de 10,5 passes aéreos por 90 minutos, o valor mais elevado da competição.

Em termos defensivos, Pizzi nunca foi dos jogadores mais exuberantes ou eficazes. Ainda assim surge em sétimo lugar nesta Liga como jogador com mais recuperações de posse, 7,5 a cada 90 minutos (o líder é Mamadou Loum, do Moreirense, com uma incrível média de 10,1). Os 2,4 desarmes por partida não são um número relevante e, no total, Pizzi regista cerca de 4,6 acções defensivas por cada 90 minutos. Tudo somado, com a integração no ataque e capacidade de criar lances de perigo para os colegas, Pizzi é cada vez mais um elemento fundamental para Rui Vitória – e, se mantiver a bitola, uma das estrelas da Liga NOS 2018/19.

Minho no epicentro das boas exibições

Como referimos anteriormente, o guarda-redes do Vitória de Guimarães, Douglas, foi o mais votado pelos nossos leitores para Jogador do Mês. A estrondosa exibição no Dragão e a força e paixão dos adeptos vitorianos explica a vantagem avassaladora. Mas o brasileiro foi “apenas” o terceiro melhor. Com um 5,5 defesas a cada 90 minutos, Douglas é o “keeper” com mais paradas até ao momento, registando ainda um penálti defendido, o único até ao momento (na Luz, ante o Benfica), e 78,6% de remates enquadrados travados, o terceiro valor mais alto até ao momento. Números que lhe garantem um GoalPoint Rating de 6.99.

Uma nota elevada, mas, ainda assim, atrás do 7.74 de Dyego Sousa. O ponta-de-lança do Sp. Braga é, a par de Pizzi, o melhor marcador do campeonato, com quatro golos, e foi totalista dos primeiros três “onzes” da jornada GoalPoint, com outras tantas eleições de MVP. Com 5,28 remates a cada 90 minutos, o brasileiro fica apenas atrás de Eduardo Salvio (5,59) nesta variável e é o ponta-de-lança com mais assistências (um total de duas) e o terceiro com mais passes para finalização (1,47 por 90 minutos).

Parabéns, Pizzi!

Descubra neste link todos os Jogadores do Mês GoalPoint da Liga NOS da época passada.

Não perca amanhã o anúncio dos restantes dez magníficos que acompanham Pizzi no “onze” GoalPoint Ratings de Agosto de 2018.