TotoRating BannerO ano está perto do fim e a Liga NOS 19/20 só regressa em 2020, para a  (cerca de) segunda metade da corrida ao título. Dezembro chegou, assim, ao fim em termos competitivos, com o Benfica na liderança da tabela, com quatro pontos de vantagem sobre o FC Porto, e com as lutas – pela Europa e fuga à despromoção – bem acesas. E chega assim a hora de fazer o balanço mensal GoalPoint.

Já lá iremos ao melhor “onze”. Para já olhamos para o jogador que mais brilhou entre a 12ª e a 14ª jornada da Liga, com reflexo nos GoalPoint Ratings. O melhor foi Carlos Vinícius, que leva “para casa” o prémio de jogador de Dezembro com um rating de desempenho acumulado de 7.68 – entre jogadores com mais de 180 minutos disputados. Desengane-se quem pensa que foi um “passeio” para o ponta-de-lança, rumo à distinção. O goleador do Benfica destacou-se por uma margem muito reduzida, face ao segundo classificado. Uma luta renhida que teve como origem uma jornada 14 menos conseguida por parte do brasileiro, mas que acabou por não ter influência mercê de rondas 12 e 13 de grande nível.

GoalPoint-Jogador-do-mes-Vinícius-Benfica-Dezembro-2019-infog
Clique para ampliar

Carlos Vinícius é um dos “reis” do golo esta temporada, sendo que antes do jogo com o Famalicão no Estádio da Luz era o jogador das principais Ligas europeias que menos minutos precisava para facturar, nada menos que 47. Neste momento, o ex-Rio Ave/Mónaco soma 12 acções para golo (a soma entre tentos e assistências) em somente 492 minutos, uma média de 2,2 a cada 90 minutos. E isto tudo após um arranque de temporada marcado por uma lesão e por dificuldades de afirmação no plantel “encarnado”.

O avançado esteve presente nos três jogos do período em análise, tendo marcado cinco golos, dois na 12ª jornada e outros tantos na 13ª, e realizado duas assistências. Assim Vinícius teve influência directa em sete golos em apenas três encontros, números que tornam incontestável o seu peso na produção ofensiva benfiquista. E isto tudo sem que seja um jogador pelo qual o jogo passe com muita frequência, ou não registasse uma média de 18,3 acções com bola, ao mesmo tempo modesta e interessante, tendo em conta a sua preponderância objectiva no marcador.

Nos jogos em análise, Vinícius fez cinco golos na sequência de apenas nove remates, seis deles enquadrados, um atestado da sua extrema eficácia no momento da finalização. E o mesmo aplica-se às assistências, pois as duas registadas surgiram em três passes para finalização. Foi ainda o terceiro jogador nesta fase que mais ocasiões flagrantes criou por 90 minutos, nada menos que 1,3, somente atrás dos 1,7 de Bruno Fernandes, do Sporting, e os 1,5 de Pedro Nuno, do Moreirense.

A exibição de Carlos Vinícius frente ao Marítimo, a contar para a 12ª jornada, foi a sua melhor prestação. O Benfica goleou os insulares por 4-0 e o brasileiro marcou dois golos.

[O segundo golo que Vinícius marcou ao Marítimo, na 12ª jornada]

Nesse jogo, o ponta-de-lança enquadrou três dos quatro remates que realizou, criou duas ocasiões flagrantes de golo (nos dois únicos passes para finalização que fez), uma delas convertida em assistência, terminando na partida com um extraordinário GoalPoint Rating de 9.2. Isto tudo em apenas 17 acções com bola.

GoalPoint-Portuguese-Primeira-Liga-2018-Carlos-Vinícius-infog
Clique para ampliar

Como afirmámos anteriormente, Carlos Vinícius não necessita de muito para causar impacto e, no desempenho global nesta Liga NOS, regista uma média de apenas 26,5 acções com bola por cada 90 minutos. É pouco? Sim, mas o que interessa é o que o jogador fez nessas acções, e os números totais falam por si, sendo neste momento o segundo melhor marcador do campeonato, com dez golos, apenas atrás dos 11 de Pizzi, e também tem duas assistências, as tais que realizou em Dezembro.

Neste momento, Vinícius tem 1,8 golos a cada 90 minutos, o valor mais alto da Liga entre futebolistas com pelo menos 492 minutos disputados (os mesmos que Vinícius), é o quarto com maior percentagem de conversão de remates (48%) e é o jogador com mais disparos enquadrados (2,0). Se mantiver este nível de eficácia, poderá terminar com números pouco vistos para um ponta-de-lança em primeira época de águia ao peito.

Parabéns Vinícius!

Descubra neste link todos os Jogadores do Mês GoalPoint da Liga NOS.

Não perca, em breve, o anúncio dos restantes dez magníficos que acompanham Carlos Vinícius no “onze” GoalPoint Ratings de Dezembro de 2019!

Notas metodológicas:

  1. O GoalPoint Rating mensal é atribuído com base no desempenho consolidado de cada jogador no somatório dos minutos disputados ao longo do período em análise e não sobre a média de cada rating que lhe é atribuído em cada jogo.
  2. Os dados estatísticos de cada partida são auditados, até 48 horas após o término do jogo, pela Opta, o nosso provedor e parceiro estatístico. Tal revisão, que visa garantir a qualidade e fiabilidade para fins profissionais (vide mais informação em GoalPoint Pro), tem impacto nos dados de desempenho agregados dos jogadores e, consequentemente, o seu GoalPoint Rating acumulado.