Aboubakar 🆚 Jonas | O que separou os dois “hat-tricks” 🎩

-

A jornada 3 da Liga NOS trouxe-nos um fim-de-semana marcado por um desequilíbrio vincado entre as três melhores equipas e as restantes. Como resultado disso os GoalPoint Ratings dispararam, ao ponto de algo quase inédito no nosso campeonato ter acontecido: o rating máximo, o 10.0!

Jonas foi quem o conseguiu, no triunfo do Benfica sobre o Belenenses, após ter anotado três golos, entre outras coisas. O feito especial foi recebido pelos nossos seguidores com os estrondo merecido e quando, no dia seguinte, Aboubakar repetiu o pecúlio de golos alcançado pelo brasileiro, os alertas das redes sociais dispararam, mesmo antes do jogo ter acabado.

Talvez pouco familiarizados com o nosso algoritmo, que pondera mais de 170 variáveis distintas, muitos seguidores “reclamavam” a nota máxima também para o ponta-de-lança camaronês. E depois de atribuído o 8.5 final, a nota foi recebida por alguns com uma certa amargura. As reacções foram muitas, algumas até algo extremadas, mas preferimos vê-las como uma oportunidade para explicar (mais uma vez) o trabalho que fazemos.

Na infografia que se segue estão os números detalhados de ambas as prestações.

Clique para ampliar

As diferenças vão para além da óbvia assistência. O segundo golo de Jonas, por ter sido conseguido com um remate em volley, conta ele próprio mais um “pózinhos”, mas há mais… Embora ambos tenham feito cinco remates, um dos disparos do brasileiro que não foi à baliza acertou no poste, enquanto um dos disparos de Aboubakar entrou na categoria de “muito desenquadrado”. E isto tudo tem peso.

No capítulo da criação, Jonas ofereceu um golo e ainda mais três passes para finalização, ao passo que Aboubakar ficou-se pelos dois, e até na eficácia e no volume de passes o brasileiro levou grande vantagem.

Individualmente, Jonas também desequilibrou mais. Foram dois os dribles conseguidos pelo brasileiro, com 100% de eficácia, tendo ganho ainda mais uma falta que o número 9 do FC Porto. Até no que concerne ao apoio defensivo, o 10 “encarnado” levou vantagem, com um desarme e seis recuperações no total, portanto os números ficam à vista.

Fica a explicação do que diferenciou duas exibições de gala, de modo a que todos os GoalPointers possam compreender cada vez melhor o nosso trabalho. O algoritmo não “vê” emblemas, nem quando joga a selecção.

GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.
GoalPoint

GRÁTIS
BAIXAR