A confirmação chegou rápido, menos de 24 horas após o jogo do Sporting nos Açores. Rodrigo Battaglia lesionou-se com gravidade nos ligamentos do joelho direito e vai ser operado esta terça-feira. Não há indicação oficial (ou oficiosa) sobre o tempo de paragem do médio, mas estes casos apontam sempre para paragens longas.

O argentino esteve 27 minutos em campo frente ao Santa Clara, sendo que registava o rating mais elevado do jogo – um 5.5 – na altura da substituição. Para o seu lugar entrou Nemanja Gudelj, sendo que o sérvio poderá ser uma das alternativas para o lugar até à recuperação de Battaglia. E é precisamente a questão da alternativa que se coloca agora à equipa técnica leonina. Desde a saída de William Carvalho para o Bétis, o argentino tem sido o dono da posição de médio-defensivo.

GoalPoint-Portuguese-Primeira-Liga-2018-Rodrigo-Battaglia-1-infog
Clique para ampliar

Certo no passe, Battaglia é o terceiro jogador leonino com mais desarmes a cada 90 minutos (2,5) e também o terceiro com mais recuperações de posse (6,3), graças ao bom posicionamento em campo. E são estas valências que o próximo jogador a ocupar o lugar terá de fazer esquecer. Sem João Palhinha, emprestado ao Sp. Braga, poucas são as opções para a vaga, mas haverá, certamente soluções.

Gudelj foi a primeira escolha para o lugar, mas olhando para o plantel leonino e para o histórico de presenças em campo, a alternativa que passa por Radosav Petrovic poderá ser a mais viável, tendo sido utilizado já três vezes esta temporada como médio-defensivo. Ainda assim, o sérvio necessita de melhorar o seu desempenho em diversos detalhes, como mostra o comparativo com Battaglia.

GoalPoint-Rodrigo_Battaglia_2018_vs_Radosav_Petrović_2018-infog
Clique para ampliar

Com excepção para as intercepções, Petrovic perde em várias das principais estatísticas da posição, incluindo na certeza do passe, passando pelos desarmes e mesmo as recuperações de posse. Sem grande relevância nos momentos ofensivos, Petrovic parece ser claramente, e apesar destes números, a mais lógica opção para médio-defensivo perante a ausência do internacional argentino. Tem a palavra o treinador leonino, o interino ou o próximo a ser contratado.