A 29ª jornada da Liga NOS foi a última antes do potencialmente decisivo “clássico” do Estádio da Luz entre Benfica e FC Porto, que se realiza no próximo domingo, às 18h00. E deixou tudo na mesma no topo da classificação, antes do jogo grande da ronda 30 (e possivelmente de todo o resto do campeonato). O Benfica foi ganhar 2-1 a casa do V. Setúbal, no sábado, enquanto no domingo, o FC Porto “despachou” o Desportivo das Aves no Dragão por 2-0 e o Sporting bateu o Paços de Ferreira em Alvalade pelo mesmo resultado.

Ainda assim, o destaque em termos de desempenhos individuais vai todo para o FC Porto. Apenas uma jornada após o Marítimo ter colocado cinco jogadores no “onze” da jornada com base nos GoalPoint Ratings, estabelecendo assim um registo máximo, o Porto quis imitar o feito e conseguiu-o. Nesta 29ª ronda, os “dragões” colocam cinco atletas nas nossas “escolhas”, não dando hipótese à concorrência – apenas o Moreirense empresta mais do que um. E um deles, Alex Telles, aproveitou a ausência de Jonas, que não jogou por lesão, para apanhar o atacante benfiquista com 11 presenças nas nossas equipas, o valor máximo da época.

Realce ainda para as quatro estreias absolutas esta temporada, algo que surpreende pelo número, uma vez que estamos já numa fase adiantada da época. Confira os craques que melhor jogaram nesta 29ª jornada.

GoalPoint-onze-Liga-NOS-201718-J29-infog
Clique para ampliar

Jhonatan (Moreirense) 6.5 – Uma das estreias na nossa equipa esta temporada. O Moreirense arrancou um importante triunfo por 1-0 em casa, ante o Boavista, com Jhonatan a rubricar uma boa exibição. O guardião fez três defesas, registou uma recolha e uma saída pelo solo eficaz.

Ricardo Pereira (FC Porto) 8.0 – O melhor jogador da jornada. A grande exibição de Ricardo vem dar sequência a uma temporada de grande nível do lateral-direito, que é já um dos melhores da Europa em termos de desempenho. Frente ao Aves, o português teve sucesso em sete dribles (igualando o máximo de um lateral na Liga) de nove tentativas, ganhou um penálti para a sua equipa e ainda registou seis desarmes, quatro intercepções e seis recuperações de posse.

Jubal (V. Guimarães) 7.2 – Segunda estreia da semana. O Vitória prossegue, sereno, a sua recuperação e, no triunfo por 3-0, em casa, ante o Rio Avel, Jubal foi o melhor em campo. O brasileiro marcou um dos golos da sua equipa, registou sete alívios e ganhou quatro de cinco duelos aéreos.

Sebastián Coates (Sporting) 6.6 – No regresso do Sporting às vitórias, o uruguaio esteve em muito bom plano, em especial no momento defensivo. Coates registou nove acções defensivas, entre elas quatro desarmes e cinco intercepções, e ainda fez um passe para finalização.

Alex Telles (FC Porto) 6.5 – O único repetente em relação à jornada anterior, fazendo o pleno de presenças desde que regressou de lesão. O lateral brasileiro soma 11 “chamadas” aos nossos “onzes”, igualando Jonas. Ante o Aves, Telles marcou um golo, de penálti, registou três remates (dois enquadrados) e dois passes para finalização, e colocou 14 vezes a bola na área contrária.

Alfa Semedo (Moreirense) 7.3 – Excelente jogo de Alfa Semedo ante o Boavista. O médio tem realizado algumas belas exibições esta temporada, somando a terceira presença nas nossas equipas. O médio não marcou, mas somou cinco desarmes, três intercepções, sete alívios e impressionantes 12 recuperações de posse.

Lucas Evangelista (Estoril) 7.8 – Os “canarinhos” teimam em não vencer, e Lucas esteve oito jornadas sem ser destacado nos nossos “onzes”. Mas o brasileiro esteve em grande plano frente ao Marítimo, chegando às sete presenças. Frente aos insulares, o médio fez um golo (de penálti), rematou sete vezes (duas enquadradas), completou dois dribles e recuperou oito vezes a posse de bola.

Héctor Herrera (FC Porto) 7.8 – O coração deste “dragão”. O médio esteve em todas frente ao Desportivo das Aves, com dois remates, três passes para finalização e três dribles completos em três tentativas – com a curiosidade de todos terem acontecido dentro da área contrária. O mexicano foi ainda o segundo jogador mais interventivo da partida, com 92 acções com bola, apenas atrás das 102 de Ricardo Pereira.

Otávio (FC Porto) 7.6 – O criativo brasileiro está a ter uma época marcada por lesões, o que o tem impedido de se estabelecer com regularidade no “onze” portista. Mas quando é chamado, cumpre. Frente ao Aves, Otávio fez um golo, um passe para finalização e completou cinco de seis tentativas de drible. E ainda ganhou 13 de 14 duelos.

Yacine Brahimi (FC Porto) 7.5 – O quinto portista neste “onze”. Brahimi voltou aos jogos de grande nível, somando a sexta presença nas nossas “escolhas”. Nesta ronda, o argelino completou sete de 12 tentativas de drible, rematou três vezes (uma enquadrada), fez quatro passes para finalização (máximo do jogo) e ganhou 14 de 22 duelos individuais.

Raúl Jiménez (Benfica) 7.1 – Sem Jonas, o Benfica recorreu a Raúl, e não se deu mal. O mexicano tem sido “arma secreta” a partir do banco, mas, desta feita, a titular, também correspondeu, com dois golos em quatro remates, três deles enquadrados. E ainda registou um passe para finalização. Um caso sério entre os pontas-de-lança.

Fechamos com os jogadores que lideraram o nosso “barómetro” de variáveis nesta jornada:

GoalPoint-Tops-Jornada-29-LIGA-NOS-201718-infog
Clique para ampliar

 

São estes os melhores da 29ª jornada da Liga NOS 17/18, parabéns!

Confira, jogo a jogo, os números que justificam a eleição dos melhores, na tabela de acompanhamento dos jogos GoalPoint, actualizada poucos minutos após o término de cada encontro da Liga NOS! Pode também encontrar todo o histórico da época neste “link”.

LIGA NOS | J29STATGPRMVP
3-0
2-2
1-1
2-2
1-2
1-1
2-0
2-0
1-0