Liga NOS 17/18 | O “onze” da 12ª jornada ⭐

-

A 12ª jornada da Liga NOS teve vários pontos de interesse. A começar pelo facto de ser a ronda imediatamente anterior à do “clássico” do Estádio do Dragão, na próxima sexta-feira, entre FC Porto e Benfica. Por outro lado, mas também pelo exposto anteriormente, esta jornada que passou revestiu-se de especial importância pelos dois pontos que o Porto desperdiçou na visita ao Desportivo das Aves, ao mesmo tempo que Sporting e Benfica venceram os seus jogos (os “encarnados” através de uma moralizadora goleada).

Assim, as duas equipas entrarão em campo separadas por três pontos, em vez dos cinco de há uma semana, o que torna o jogo bem mais tenso. Mas importa perceber, para já, quais os jogadores que mais contribuíram para este novo equilíbrio de forças após a ronda 12 do campeonato. E há três emblemas que surgem em destaque no “onze” da jornada, com base no nosso GoalPoint Ratings: Benfica, Sp. Braga e Vitória de Guimarães.

As “águias”, que não colocaram qualquer elemento da equipa da jornada anterior, tiraram a “barriga de misérias” e, desta feita, têm quatro nomes a compor o conjunto. Os “guerreiros” de Braga têm três jogadores, enquanto os vimaranenses colocam dois, fruto do bom resultado em Vila do Conde. Em termos individuais há uma cara conhecida que voltou a surgir, com a sétima presença em 12, um médio que regressa após seis semanas de “férias” e três estreias absolutas (Douglas, Battaglia e Paulinho), para além da curiosidade de não haver nenhum repetente da equipa da ronda 11.

Mas vamos aos nossos craques:

GoalPoint-onze--Liga-NOS-201718-J12-infog
Clique para ampliar

 

Douglas (V. Guimarães) 6.7 – Os vimaranenses ganharam 1-0 em Vila do Conde, mas o Rio Ave dominou por completo (73%) e rematou mais, pelo que não fossem as quatro defesas de Douglas e o resultado poderia ter sido outro.

André Almeida (Benfica) 7.2 – O lateral do Benfica era conhecido por não marcar golos, mas esta temporada já leva dois e, para além disso, vai na terceira presença nas nossas equipas da jornada. Na goleada ao V. Setúbal, Almeida rematou quatro vezes, fez uma assistência em dois passes para finalização e foi quem mais interagiu com a bola (91 acções).

Luisão (Benfica) 7.3 – O Benfica bem pode agradecer à atitude do seu capitão. Por vezes criticado, o veterano central abriu o activo na Luz em apenas dois remates, ganhou três de cinco duelos aéreos e realizou três intercepções.

Bruno Viana (Sp. Braga) 7.1 – A época do Braga corre de vento em poupa. Após mais um triunfo tranquilo, ante o Feirense, Bruno Viana emergiu como um dos homens do jogo, o que lhe vale a segunda presença nos nossos “onzes”. O brasileiro fez um golo, registou nove recuperações de bola e dois desarmes.

Jefferson (Sp. Braga) 7.1 – Mais uma bela exibição no lateral-esquerdo, a defender e a atacar. Para além das quatro intercepções e três desarmes, Jefferson registou cinco passes para finalização, um deles uma ocasião flagrante, e colocou a bola 11 vezes na grande área contrária.

R. Battaglia (Sporting) 6.7 – O “todo-o-terreno” do Sporting saiu tocado aos 70 minutos, mas já havia feito o suficiente para ser o melhor em campo na visita do “leão” a Paços de Ferreira. Para além do golo que marcou, em dois remates, o argentino teve sucesso nas suas quatro tentativas de drible, teve 95% de eficácia de passe e só não teve um rating mais elevado porque desperdiçou uma ocasião flagrante de golo.

Pizzi (Benfica) 7.8 – Após seis jornadas de ausência, o médio do Benfica está de volta à nossa equipa da ronda, a sua quinta presença, graças a uma bela exibição ante o V. Setúbal. Só Jonas foi melhor que o brigantino, que fez duas assistências em seis passes para finalização, registou 92% de eficácia de passe, teve sucesso em três de quatro cruzamentos, colocou a bola 15 vezes na área contrária e só lhe faltou mesmo o golo.

Héldon (V. Guimarães) 7.3 – Frente a uma das suas anteriores equipas, Héldon foi o melhor em campo, pelo golo que decidiu a partida e pela qualidade técnica. O lance do 1-0 é todo ele obra de um excelente lance individual, e no fim o extremo registou dois dribles eficazes em quatro tentativas e ainda ajudou na defesa, com cinco desarmes.

S. Nakajima (Portimonense) 8.0 – O pequeno japonês dos algarvios não pára de surpreender e já leva seis golos, fruto de mais um bis (o seu segundo). No triunfo do Portimonense ante o Tondela, Nakajima foi a figura maior, pelos golos, nos dois remates que fez, mas também pelos três passes para finalização e as nove recuperações de posse.

Jonas (Benfica) 8.5 – O melhor jogador da jornada. Não apenas pelos dois golos que marcou ao V. Setúbal, porque Jonas é muito mais do que isso. O brasileiro fez cinco remates, sempre com boa direcção – lidera na Europa nos remates enquadrados por cada 90 minutos, a par de Messi, e foi o primeiro jogador esta época a conseguir chegar aos cinco disparos, acertando-os todos -, e realizou uma assistência em dois passes para finalização.

Paulinho (Sp. Braga) 7.4 – O avançado português entrou aos 18 minutos da partida com o Feirense, para o lugar do lesionado Fransérgio, e Abel Ferreira não se arrependeu de o lançar. Paulinho bisou na partida e foi o melhor em campo, com quatro remates (dois enquadrados), e seis de 13 duelos ganhos.

Fechamos com os jogadores que lideraram o nosso “barómetro” de variáveis nesta jornada:

GoalPoint-Tops-Jornada-12-LIGA-NOS-201718-infog
Clique para ampliar

 

São estes os melhores da 12ª jornada da Liga NOS 17/18, parabéns!

Confira, jogo a jogo, os números que justificam a eleição dos melhores, na tabela de acompanhamento dos jogos GoalPoint, actualizada poucos minutos após o término de cada encontro da Liga NOS! Pode também encontrar todo o histórico da época neste “link”.

LIGA NOS | J12STATGPRMVP
0-1
2-0
1-0
1-1
0-0
1-2
6-0
3-1
0-1

GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.
GoalPoint

GRÁTIS
BAIXAR