A décima jornada da Liga NOS não trouxe grande surpresas em termos de resultados, tendo ficado marcada pelo jogo grande do Estádio do Dragão entre os até então dois líderes, FC Porto e Sp. Braga. Os portistas venceram por 1-0, com um golo mesmo ao cair do pano, e isolaram-se no topo da tabela. Os bracarenses, que somaram a primeira derrota na prova, acabaram ultrapassados na classificação pelo Sporting, que bateu o Desp. Chaves, em casa, por 2-1, sem se livrar de um susto. O outro “grande” em acção, o Benfica, começou a perder logo aos 41 segundos em Tondela, mas acabou por dar a volta ao resultado e vencer por 3-1, terminando os beirões reduzidos a nove elementos perto do fim.

Tal como na ronda passada, os “três grandes” não dominam o nosso “onze”, com base nos GoalPoint Ratings, e voltam a colocar apenas dois representantes, um do Benfica e outro do Sporting. A ausência de jogadores dos “azuis-e-brancos” acaba por ser natural, em linha com o que sucede em jogos de perfil elevado, como “clássicos” e dérbis – salvo algumas excepções, fruto do equilíbrio pouco propício a rendimentos de excelência.

Porém, o destaque vai totalmente para outro emblema minhoto. O Vitória de Guimarães bateu o surpreendente Santa Clara por 2-0, em casa, e tem nada menos que quatro jogadores nesta nossa equipa, sendo o registo máximo de um só clube esta temporada. Quanto a repetentes, apenas um, o defesa-central Diego Galo, do Aves, fundamental no triunfo da sua equipa ante o Rio Ave, e há sete estreias esta temporada nas suas “escolhas”. Confira os motivos da presença destes 11 atletas.

GoalPoint-Onze-jornada-10-Liga-NOS-201819-1-infog
Clique para ampliar

 

Léo Jardim (Rio Ave) 7.8 – A excelente caminhada dos vilacondenses esta época sofreu um abrandamento abrupto na visita ao Aves. A equipa de José Gomes perdeu por 2-1 e o seu guarda-redes foi, ainda assim, o melhor em campo. Ao todo, Léo Jardim fez seis defesas, todas seguras e a remates dentro da sua grande área, sendo que duas foram a disparos aos ângulos da sua baliza.

André Almeida (Benfica) 7.8 – O Benfica apanhou um susto, mas reagiu e conseguiu dar a volta ao Tondela. O melhor em campo, contudo, foi um defesa, fundamental nos desequilíbrios ofensivos que os “encarnados” construíram. Almeida fez duas assistências para golo em impressionantes cinco passes para finalização, acertou seis de oito passes longos, realizou três desarmes e completou as duas tentativas de drible.

Osorio (Vitória SC) 6.5O primeiro de quatro vitorianos nesta nossa equipa. O venezuelano esteve em todas no embate contra o Santa Clara, acertando uma vez nos ferros da baliza açoriana. No passe completou 55 de 58 tentativas e, na retaguarda, fez oito acções defensivas, duas delas bloqueios de remate. Esteve muito consistente.

Diego Galo (Desp. Aves) 7.1 – O único repetente em relação à jornada passada. O defesa-central marcou um dos golos da sua equipa frente ao Rui Ave, num total de dois remates, todos enquadrados, ganhou os dois duelos aéreos defensivos em que participou e somou seis acções defensivas.

Rafa Soares (Vitória SC) 7.2Grande jogo do lateral-esquerdo do Vitória. Rafa esteve particularmente activo no ataque, com um remate, quatro passes para finalização, três cruzamentos, um deles eficaz, e dois dribles completos em outras tantas tentativas.

Mikel Agu (Vitória FC) 6.5 – Os sadinos estão a fazer uma época muito positiva. Na vitória por 2-1 em casa sobre o Feirense, o médio nigeriano Agu esteve em todas, com um remate, um passe para finalização e grande competência no trabalho colectivo – três duelos aéreos defensivos ganhos, seis recuperações de posse, dez acções defensivas, entre elas quatro desarmes.

André André (Vitória SC) 7.9 – O médio ex-FC Porto, regressado ao “Castelo”, está a recuperar a sua melhor forma. Ante o Santa Clara, André foi o melhor em campo, com um golo em dois remates, três dribles eficazes em três, 86% de eficácia de passe e ainda seis recuperações de posse.

Tozé (Vitória SC) 7.7O quarto vitoriano nesta equipa. O extremo foi o mais rematador no jogo ante o Santa Clara, com cinco disparos, dois enquadrados, faltando-lhe apenas um golo. Contudo, criou uma ocasião flagrante em três passes para finalização e foi fundamental no processo defensivo, com 11 recuperações de posse e nove acções defensivas, entre elas cinco desarmes, o máximo do encontro.

João Camacho (Nacional) 8.0 – O Nacional venceu pela primeira vez em casa e logo no escaldante dérbi frente ao Marítimo. O bom jogo dos “alvinegros” teve como expoente máximo o extremo Camacho, que registou o segundo rating mais elevado da jornada. Para além do único golo do jogo, o madeirense enquadrou dois dos três remates que fez, completou quatro de cinco tentativas de drible e ainda recuperou a posse de bola sete vezes.

Pedro Nuno (Moreirense) 7.4 – Os cónegos somaram a terceira vitória consecutiva na Liga pela primeira vez na sua História e uma das figuras deste bom período é Pedro Nuno. O avançado já havia marcado no Estádio da Luz, no triunfo sobre o Benfica, e voltou a facturar contra o Portimonense, sendo o melhor em campo – fez cinco remates, dois enquadrados, e realizou a assistência para o outro tento da sua equipa.

Bas Dost (Sporting) 8.5 A grande figura da jornada 10. O ponta-de-lança holandês bisou pela primeira vez desde a primeira jornada da Liga – esteve muito tempo lesionado -, um golo de cabeça e outro de penálti. Ao todo, Dost enquadrou os três remates que realizou, ganhou os três duelos aéreos ofensivos em que participou e foi sobre ele cometido o penálti que deu o 2-1.

O REGRESSO DO REI 🦁🔸 Não bisava desde a 1ª jornada🔸 Não só marcou 2 golos como conquistou o penálti decisivo🔸 Diz ainda estar cansado (vem de lesão) mas somou o melhor rating da jornada

Publiée par GoalPoint.pt sur Lundi 12 novembre 2018

 

Fechamos com os jogadores que lideraram o nosso “barómetro” de variáveis nesta jornada:

GoalPoint-Tops-Jornada-10-LIGA-NOS-201819-infog
Clique para ampliar

 

São estes os melhores da 10ª jornada da Liga NOS 18/19, parabéns!

Confira, jogo a jogo, os números que justificam a eleição dos melhores, na tabela de acompanhamento dos jogos GoalPoint, actualizada poucos minutos após o término de cada encontro da Liga NOS! Pode também encontrar todo o histórico da época neste “link”.

LIGA NOS | J10STATGPRMVP
2-0
2-1
0-0
2-1
1-0
1-0
2-0
1-3
2-1