Nada de novo no topo da Liga NOS, após a 13ª jornada. O “grupo dos quatro” cumpriu e venceu, com maior ou menor dificuldade os seus compromissos, com o FC Porto a abrir as hostilidades no sábado, nos Açores. O triunfo por 2-1 foi difícil, pois os açorianos até marcaram primeiro, mas teve o condão de colocar pressão imediata sobre os adversários directos.

A resposta dos dois rivais surgiu no domingo, com o Benfica a passar à tangente na Madeira, com um 1-0 sobre o Marítimo graças a um penálti convertido por Jonas – o primeiro tento dos “encarnados” de bola parada esta época na Liga -, enquanto o Sporting chegou a estar a perder em casa por 2-0 ante o nacional, mas encetou uma extraordinária reviravolta até ao 5-2 final – com as duas grandes penalidades apontadas por Bas Dost a colocarem os “leões” no topo da Europa no que toca a estes lances.

Contudo, no meio desta luta histórica entre os três do costume, o Sporting de Braga continua a dar cartas e goleou o Feirense por 4-0. A exibição dos minhotos foi segura e convincente, pelo que o emblema “arsenalista” é o mais representado no nosso “onze” da jornada, com base nos GoalPoint Ratings. Ao todo são quatro os jogadores do Braga nesta nossa equipa, três deles no sector defensivo.

Numa semana que, em termos individuais, temos cinco estreias absolutas nos nossos “onzes” esta temporada, o destaque vai para o único repetente em relação à jornada anterior. O holandês Bas Dost continua imparável frente à baliza e já soma dez golos na Liga, tendo sido a grande figura desta jornada. Mas vamos ao detalhe.

GoalPoint-Onze-jornada-13-Liga-NOS-1-201819-infog
Clique para ampliar

 

Ricardo Ferreira (Portimonense) 7.6 – O Portimonense realizou uma bela partida em casa, ante o Vitória FC, e venceu por 3-1. Mas esta não foi uma vitória fácil, pois os sadinos remataram muito (15 vezes) e enquadraram os seis disparos. O guarda-redes Ricardo teve de estar muito atento na baliza, realizando cinco defesas, todas a remates dentro da sua grande área, e ainda somou três saídas pelo ar eficazes. Uma estreia, esta época, na equipa semanal GoalPoint.

Marcelo Goiano (Sp. Braga) 6.8 – O lateral-direito do Braga começa a ser presença habitual, integrando o lote de jogadores com quatro “chamadas”, o segundo registo mais elevado. O brasileiro realizou mais uma bela exibição, em especial nos momentos defensivos, registando nada menos que oito desarmes, o registo máximo da jornada. E ainda somou quatro intercepções.

Felipe (FC Porto) 6.9 – Também com quatro presenças surge o portista Felipe. Numa jornada em que o Porto até teve bastante trabalho no sector mais recuado, o central brasileiro brilhou. Sem grande presença nos momentos ofensivos, o jogador ganhou os três duelos ofensivos em que participou e somou 16 acções defensivas, das quais nove foram alívios.

Raúl Silva (Sp. Braga) 7.9O central goleador desta feita não marcou, mas realizou uma exibição “irreverente” ante o Feirense. Na frente registou um remate, que embateu nos ferros da baliza contrária, conquistou uma grande penalidade e completou as cinco tentativas de drible, algo pouco habitual no jogador da sua posição. Na retaguarda somou sete acções defensivas e ganhou os quatro duelos aéreos defensivos em que participou. Estreia-se esta temporada nas nossas equipas.

Nuno Sequeira (Sp. Braga) 6.3 – O segundo lateral bracarense no nosso “onze”. Sequeira, pouco utilizado na época passada, está em bom plano esta temporada. É uma das cinco estreias na nossa equipa em 2018/19, graças a uma prestação em que registou dez recuperações de posse e cinco desarmes. E ainda ganhou os quatro duelos aéreos defensivos.

Mikel Agu (Vitória FC) 7.3Os sadinos saíram derrotados da visita a Portimão, mas Agu merecia bem mais do jogo. O médio fez o golo do Vitória, em três remates, dois enquadrados, e na retaguarda fez oito recuperações de posse, quatro desarmes e ainda ganhou os quatro duelos aéreos defensivos em que participou.

Mamadou Loum (Moreirense) 7.5 – Um dos esteios do Moreirense esta temporada, apesar de esta ser apenas a estreia no nosso “onze”. O senegalês foi o melhor em campo na vitória dos cónegos em Chaves, sendo o autor do único golo da partida, num total de dois remates. Na retaguarda ganhou quatro de cinco duelos aéreos defensivos e somou cinco desarmes.

Mama Baldé (Aves) 8.4 – A formação da Vila das Aves travou uma das equipas em melhor forma nesta Liga, o Vitória SC, impondo um empate 1-1. O melhor em campo foi o guineense Mama Baldé, autor do golo da formação da casa. O extremo-direito registou três remates, dois enquadrados, fez três passes para finalização, completou cinco de seis tentativas de drible, ganhou quatro de cinco duelos aéreos ofensivos e ainda ajudou na equipa com nove acções defensivas, entre elas três bloqueios de remate.

Matheus Índio (Boavista) 7.3 – O Boavista conseguiu a sua terceira vitória na Liga NOS, após cinco jornadas em que somou dois empates e três derrotas. Matheus Índio foi o melhor em campo, pelo golo que marcou, mas fundamentalmente pelo que jogou para os companheiros de equipa. Ao todo o brasileiro somou três passes para finalização e completou um de dois cruzamentos.

Dyego Sousa (Sp. Braga) 8.4 – O bracarense regressou ao topo da lista de melhores marcadores, com dez golos, tantos quantos soma Bas Dost, graças ao “hat-trick” que apontou frente ao Feirense, na Pedreira – o primeiro da carreira. Os três golos foram alcançados na sequência de oito remates realizados pelo brasileiro (máximo da ronda), metade deles enquadrados, sendo que ainda ganhou três dos sete duelos aéreos ofensivos em que participou.

Bas Dost (Sporting) 8.9 – A grande figura da jornada – a manter este ritmo, arrisca-se a ser um dos grandes destaques da temporada. O ponta-de-lança do Sporting voltou a bisar e foi o melhor em campo no triunfo leonino em casa sobre o Nacional. É certo que os dois golos surgiram de penálti, mas ambos os castigos máximos foram assinalados após faltas sofridas pelo holandês. Dost terminou com cinco remates, três deles enquadrados, e ganhou quatro de oito duelos aéreos ofensivos.

Fechamos com os jogadores que lideraram o nosso “barómetro” de variáveis nesta jornada:

GoalPoint-Tops-Jornada-13-LIGA-NOS-201819-infog
Clique para ampliar

 

São estes os melhores da 13ª jornada da Liga NOS 18/19, parabéns!

Confira, jogo a jogo, os números que justificam a eleição dos melhores, na tabela de acompanhamento dos jogos GoalPoint, actualizada poucos minutos após o término de cada encontro da Liga NOS! Pode também encontrar todo o histórico da época neste “link”.

LIGA NOS | J13STATGPRMVP
3-1
4-0
1-2
2-0
1-1
1-2
2-2
0-1
5-2