Liga NOS 18/19 | O “onze” da 3ª jornada ⭐

-

A terceira jornada na Liga NOS fica definitivamente marcada pelo dérbi lisboeta entre Benfica e Sporting e para a derrota do FC Porto em casa ante o V. Guimarães. No jogo grande da ronda, “águias” e “leões” não foram além de uma igualdade no Estádio da Luz a uma bola, enquanto os actuais campeões nacionais não conseguiram aproveitar a perda de pontos dos dois rivais e caíram no seu estádio, mercê de uma recuperação espectacular por parte dos vimaranenses (3-2).

Devido a esta sequência de jogos, os “três grandes” colocam somente três jogadores no “onze” da jornada, com base nos GoalPoint Ratings, um de cada emblema. Um deles, pelo menos, não oferece grande grande surpresa, pela fantástica prestação no dérbi lisboeta. Outro, que também sai desse jogo, faz o pleno de presenças nas nossas equipas de 2018/19. Aliás, apenas mais um jogador imita o feito, sendo que, desta forma, há dois totalistas até ao momento.

Destaque absoluto para o Sp. Braga que, ao vencer o D. Aves em casa por 3-1, empresta três jogadores ao nosso “onze”, um por casa sector (excepto na baliza). Sem mais demoras, confira os craques da jornada.

GoalPoint-Onze-jornada-3-Liga-NOS-201819-infog
Clique para ampliar

 

Romain Salin (Sporting) 8.5 – O melhor jogador da terceira jornada da Liga NOS saiu do dérbi. O francês Romain Salin foi o melhor em campo no Estádio da Luz, com uma exibição de grande nível, registando nove defesas, algumas delas de grande dificuldade. Esta foi a primeira vez que Salin conseguiu tantas defesas num jogo do campeonato português.

Marcelo Goiano (Sp. Braga) 7.8 – O primeiro jogador dos “arsenalistas”. O lateral fez um jogo de grande nível, em especial nos momentos ofensivos. No total registou quatro passes para finalização e realizou cinco cruzamentos, três deles eficazes. Na defesa somou sete acções defensivas – três desarmes, outras tantas intercepções e um alívio.

Fábio Cardoso (Santa Clara) 7.3 – A equipa açoriana foi arrancar um empate a duas bolas ao Algarve, no terreno do Portimonense. Fábio Cardoso fez um dos golos da sua equipa, mas brilhou também a defender, com três duelos aéreos defensivos ganhos em quatro e 19 acções defensivas, entre elas 12 alívios.

Lucas Áfrico (Marítimo) 7.3 – O central insular foi decisivo na emocionante vitória do Marítimo sobre o seu antigo treinador. Com os golos madeirenses a surgirem ambos nos descontos, Lucas fez o 2-1, no segundo remate que fez no jogo. Na retaguarda ganhou dois de três duelos aéreos defensivos e registou dez acções defensivas, entre elas seis alívios. Áfrico é um dos únicos 4 jogadores que já somam pelo menos dois prémios MVPs em apenas três jornadas.

Joãozinho (Tondela) 6.6 – Desta vez não há Alex Telles. O melhor lateral-esquerdo da ronda foi Joãozinho, do Tondela, em especial pelo que fez na defesa. Ao todo somou 11 acções defensivas, com destaque absolutos para os cinco bloqueios de passe.

João Palhinha (Sp. Braga) 7.3O “trinco” do Braga esteve muito activo também a atacar. Para além do golo que marcou, o 2-1, de cabeça, Palhinha registou três remates, um deles ao poste, e ainda teve sucesso nas suas duas tentativas de drible. Na retaguarda não deixou de brilhar, com quatro duelos aéreos defensivos ganhos. E ainda fez três intercepções.

Pizzi (Benfica) 7.8 – O médio não larga os nossos “onzes” e é totalista esta época. No dérbi contra o Sporting, o jogador do Benfica juntou uma ocasião flagrante criada aos quatro passes para finalização que fez, acertou sete de 13 passes longos (quatro para o último terço atacante) e ainda realizou quatro desarmes.

Bruno Tabata (Portimonense) 7.9 – O Portimonense está a ter um arranque de época difícil, mas Bruno Tabata está a mostrar ser uma arma de grande calibre para a época que agora começou. O brasileiro fez um golo em três remates enquadrados, sendo que registou um total de oito disparos no embate com o Santa Clara. E ainda serviu os colegas, com uma ocasião flagrante criada em quatro passes para finalização.

Wenderson Galeno (Rio Ave) 7.8 – Quem esteve emprestado ao Portimonense na época passada foi Galeno, que agora evolui no Rio Ave. Os vilacondenses empataram a uma bola ante o Tondela, com o brasileiro a marcar o golo da sua equipa, nos quatro remates que fez. E ainda realizou quatro passes para finalização e completou três de seis tentativas de drible.

André Pereira (FC Porto) 7.6O campeão perdeu em casa, mas na primeira parte chegou a estar em vantagem por 2-0. O segundo tento portista foi da autoria do ponta-de-lança André Pereira, num golpe de cabeça oportuno, a centro de (quem mais…) Alex Telles. Para além do tento, em três remates, o português ganhou ainda três de quatro duelos aéreos ofensivos e sofreu cinco faltas.

Dyego Sousa (Sp. Braga) 8.4O ponta-de-lança bracarense somou o terceiro destaque de MVP da época noutros tantos jogos (único a consegui-lo), e esteve sempre presente nos nossos “onzes” de 2018/19. Mais uma vez o brasileiro foi fundamental para a equipa de Abel Ferreira, com um golo em seis remates (três enquadrados), uma assistência, três dribles completos em três tentativas e a totalidade dos duelos aéreos ofensivos ganhos (5).

Fechamos com os jogadores que lideraram o nosso “barómetro” de variáveis nesta jornada:

GoalPoint-Tops-Jornada-3-LIGA-NOS-201819-infog
Clique para ampliar

 

São estes os melhores da 3ª jornada da Liga NOS 18/19, parabéns!

Confira, jogo a jogo, os números que justificam a eleição dos melhores, na tabela de acompanhamento dos jogos GoalPoint, actualizada poucos minutos após o término de cada encontro da Liga NOS! Pode também encontrar todo o histórico da época neste “link”.

LIGA NOS | J3STATGPRMVP
2-1
2-2
1-1
2-3
1-2
1-1
1-1
3-1
1-1

GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.
GoalPoint

GRÁTIS
BAIXAR