Liga NOS 18/19 | O “onze” da 5ª jornada ⭐

-

A quinta jornada da Liga NOS trouxe uma mexida importante no topo da tabela. O Sp. Braga recebeu e venceu o Sporting na Pedreira por 1-0 e colou-se ao Benfica no primeiro lugar, atirando o “leão” para o quinto posto. Antes, a “águia” havia batido o Desportivo das Aves, por 2-0, no Estádio da Luz e o FC Porto ganho pelo mesmo resultado na visita ao V. Setúbal. E estes resultados tiveram algum peso na composição do nosso “onze” da jornada, com base nos GoalPoint Ratings.

O desaire leonino e a exibição menos fulgurante dos “dragões” à beira Sado ditaram a ausência quase completa de jogadores destes dois “grandes”, com Sebastián Coates a surgir como excepção. Assim, os destaques vão para Benfica e Rio Ave. As duas formações realizaram boas exibições no fim-de-semana, com vitórias mais ou menos tranquilas, e são os únicos clubes a colocar três elementos na nossa equipa. Dois desses nomes, Pizzi e Haris Seferovic, são mesmo os únicos a repetir a presença em relação à semana passada, sendo o médio o único totalista nos nossos “onzes” à quinta jornada.

Confira os nomes que mais brilharam nesta ronda nas suas posições.

GoalPoint-Onze-jornada-5-Liga-NOS-201819-infog
Clique para ampliar

 

Léo Jardim (Rio Ave) 7.9 – Num jogo de grande emoção, com golos e expulsões, o Rio Ave foi ganhar aos Açores ante o Santa Clara, por 3-1. E bem pode agradecer ao seu guarda-redes. Léo Jardim realizou oito defesas importantes, seis a remates dentro da sua área.

Marcelo Goiano (Sp. Braga) 6.7 – O Braga bateu o Sporting pela margem mínima, num jogo em que ambas as defesas estiveram em bom plano. Nos “arsenalistas” o destaque vai para Marcelo Goiano. O brasileiro esteve discreto no apoio ofensivo, realizando apenas dois cruzamentos, sem sequência, mas na retaguarda esteve competente. Ao todo somou 20 acções defensivas, entre elas o máximo de desarmes da ronda (8), para além de cinco intercepções e outros tantos bloqueios de remate.

Sebastián Coates (Sporting) 7.1O único jogador leonino deste “onze” foi o melhor em campo na Pedreira. O uruguaio venceu quatro de cinco duelos aéreos defensivos (num total de oito em dez aéreos) e registou 14 acções defensivas, não se coibindo de recorrer ao alívio (9). E ainda fez um passe para finalização.

Jardel (Benfica) 7.1 – O central benfiquista está a viver um bom arranque de época, embora surja apenas pela primeira vez nas nossas “escolhas”. No triunfo “encarnado” frente ao Aves, o capitão da formação da Luz ganhou oito de nove duelos aéreos defensivos, somou nove acções defensivas e ainda se integrou no ataque para realizar dois remates, ambos de cabeça.

Matheus Reis (Rio Ave) 6.3 – No grande jogo nos Açores, o lateral-esquerdo do Rio Ave esteve em plano de evidência, nos momentos defensivos e ofensivos. Para além de registar seis desarmes, em 11 acções defensivas, ganhou três de quatro duelos aéreos defensivos e ainda fez uma assistência para golo.

Issam El Adoua (D. Aves) 7.2 – O Aves viveu uma primeira parte complicada ante o Benfica, mas melhorou bastante na segunda. O seu melhor elemento foi o marroquino El Adoua – aliás, registou o segundo rating mais elevado do jogo -, com um total de 11 recuperações de posse e 17 acções defensivas, entre elas sete intercepções. Uma autêntica “carraça”.

Ibrahim Alhassan (Nacional) 7.1 – O médio dos insulares foi fundamental no nulo que o Nacional conseguiu arrancar da visita ao Feirense. Melhor em campo, o nigeriano ganhou os dois duelos aéreos defensivos em que participou, completou cinco de oito passes longos, recuperou nove vezes a bola e somou 13 acções defensivas, entre elas cinco desarmes e outras tantas intercepções.

Pizzi (Benfica) 8.4 – Mais uma vez, o médio do Benfica é o melhor jogador da jornada. Em grande forma, Pizzi voltou a ser verdadeiramente decisivo, registando um rating elevado mesmo sem marcar qualquer golo. Para além de uma assistência para golo, o número 21 foi o jogador que mais passes para finalização (7) e mais passes certos (76) realizou na jornada – completou mesmo 12 de 14 passes longos e criou três ocasiões flagrantes. E ainda somou 11 recuperações de posse. Está cheio de confiança.

Wenderson Galeno (Rio Ave) 7.2 – Galeno está a tornar-se num caso sério na Liga. O extremo emprestado pelo FC Porto ao Rio Ave voltou a fazer uma exibição de qualidade, surgindo pela segunda vez no nosso “onze” esta temporada. Ante o Santa Clara, o brasileiro fez um golo e uma assistência, e completou duas de três tentativas de drible.

Shoya Nakajima (Portimonense) 8.2 – O segundo melhor jogador da ronda. O japonês fez um jogo incrível ante o V. Guimarães, contribuindo para a primeira vitória do Portimonense com dois golos e uma assistência (em três passes para finalização). Estranhamente, falhou as duas únicas tentativas de drible, sendo esta uma das suas especialidades.

Haris Seferovic (Benfica) 6.5 – Segunda presença consecutiva do “patinho feio” do Benfica. Não marcou, mas tacticamente foi muito importante a jogar de costas para a baliza, a contemporizar para a chegada dos seus colegas e a fugir nas costas da defesa contrária. Ao todo, o suíço rematou seis vezes, apenas enquadrou dois disparos, mas criou uma ocasião flagrante de golo em três passes para finalização.

Fechamos com os jogadores que lideraram o nosso “barómetro” de variáveis nesta jornada:

GoalPoint-Tops-Jornada-5-LIGA-NOS-201819-infog
Os tops GoalPoint da 5ª jornada da Liga NOS 2018/19!

 

São estes os melhores da 5ª jornada da Liga NOS 18/19, parabéns!

Confira, jogo a jogo, os números que justificam a eleição dos melhores, na tabela de acompanhamento dos jogos GoalPoint, actualizada poucos minutos após o término de cada encontro da Liga NOS! Pode também encontrar todo o histórico da época neste “link”.

LIGA NOS | J5STATGPRMVP
1-2
1-3
0-0
0-2
2-0
0-0
2-0
3-2
1-0

GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.