A nona jornada da Liga NOS voltou a ser madrasta para o Benfica, que somou a segunda derrota consecutiva na prova. A formação da Luz perdeu em casa logo na sexta-feira, no arranque da ronda, 3-1 frente ao Moreirense, caindo assim para o quinto lugar, a quatro do líder FC Porto. Os portistas bateram o Marítimo por 2-0, na Madeira, graças a uma boa segunda parte e à entrada de Otávio em campo, enquanto o Sporting ganhou 2-1 na visita ao Santa Clara, no primeiro compromisso após o despedimento de José Peseiro.

Ao mesmo tempo, o Sp. Braga foi mais forte que o Vitória de Setúbal, na Pedreira, e é líder da Liga com os mesmos pontos do Porto. Um resultado – e uma exibição -, que coloca dois “arsenalistas na nossa lista. Aliás, há apenas mais dois emblemas com mais do que um representante no nosso “onze” da jornada com base nos GoalPoint Ratings, o Sporting e o Desportivo das Aves.

Os eventos da nona jornada ditaram ainda um facto pouco visto. Só há dois representantes dos chamados “três grandes” nesta nossa equipa, ambos pertencentes ao “leão”. Trata-se, portanto, de um grupo bastante “democrático”, que apresenta apenas um repetente em relação à ronda anterior e um grande número de estreias absolutas em 2018/19, nada menos que oito. Mas vamos aos nossos eleitos.

GoalPoint-Onze-jornada-9-Liga-NOS-201819-infog
Clique para ampliar

 

Jhonatan Luiz (Moreirense) 7.4 – A formação de Moreira de Cónegos causou a maior sensação da jornada, ao arrancar uma vitória por 3-1 no Estádio da Luz. Perante a pressão ofensiva do Benfica, o melhor em campo acabou por ser o seu guarda-redes. Jhonatan realizou seis defesas, três delas a remates de dentro da grande área, e algumas verdadeiramente decisivas.

Marcelo Goiano (Sp. Braga) 6.5 – Mais uma bela exibição de Marcelo Goiano, que surge pela terceira vez no lugar de lateral-direito dos nossos “onzes”, em nove jornadas. Um dos “reis” da Europa no que toca a desarmes por 90 minutos, o brasileiro esteve em todo o lado, a defender e a atacar. Para além de uma assistência, somou 14 acções defensivas, entre elas mais três desarmes.

Diego Galo (Desp. Aves) 6.9 – Bom jogo de futebol em Chaves, onde o Desportivo das Aves arrancou uma vitória importante por 2-1. A consistência defensiva dos avenses teve em Diego Galo o seu expoente máximo. O brasileiro ganhou os quatro duelos aéreos defensivos em que participou e somou 16 acções defensivas, entre elas, dez alívios.

Marcão (Desp. Chaves) 7.1 – Na continuação das boas exibições na partida de Trás-os-Montes, destaque para o central Marcão, dos flavienses. Ao todo, o brasileiro registou impressionantes 17 recuperações de posse, número que complementou com três duelos aéreos defensivos ganhos (em três) e mais dez acções defensivas, das quais quatro foram intercepções.

Nuno Pinto (Vitória FC) 6.5Os sadinos perderam por 2-1 em Braga, mas o seu lateral-esquerdo, Nuno Pinto, esteve em óptimo plano, em especial em termos ofensivos. Ao todo, o português criou uma ocasião flagrante de golo em três passes para finalização, teve sucesso em três de cinco cruzamentos e ainda realizou dois remates, um deles enquadrados.

Bruno Monteiro (Tondela) 7.1 – Os beirões sentem-se como “peixe na água”… fora de casa. Na visita ao surpreendente Feirense, o Tondela venceu por esclarecedores 4-2, em mais um grande jogo numa jornada com partidas emocionantes. O melhor em campo foi o médio visitante, Bruno Monteiro, autor de um golo, mas que se destacou, sobretudo nos momentos defensivos: oito recuperações de posse, quatro desarmes e outras tantas intercepções.

Osama Rashid (Santa Clara) 7.4 – O Sporting venceu nos Açores, mas na retina ficou a exibição deste médio iraquiano. Rashid mostrou inteligência, visão de jogo, sentido posicional e boas decisões, como a que teve na primeira parte, ao realizar um passe por alto a isolar Zé Manuel, para o 1-0. Uma assistência em dois passes para finalização, com o médio a registar ainda quatro desarmes e a completar as quatro tentativas de drible.

Bruno Fernandes (Sporting) 7.4 – O médio leonino está em crescendo. Após o golo que apontou ao Boavista, na jornada passada, Bruno Fernandes voltou a estar em evidência no triunfo sobre o Santa Clara, com três remates, dois enquadrados, três passes para finalização, dez recuperações de posse e nove acções defensivas. E ainda somou 92 acções com bola, o máximo do jogo.

Mama Baldé (Desp. Aves) 7.8 A vitória do Aves em Trás-os-Montes teve grande influência de Baldé. O extremo foi o melhor em campo, com um golo em três remates (todos enquadrados), mas ainda bastante trabalho defensivo, nomeadamente quatro desarmes e sete recuperações de posse.

Marcos Acuña (Sporting) 8.1O melhor jogador da jornada. O argentino surgiu na sua posição de origem, a médio-esquerdo no 4-4-2 apresentado pelo “leão” nos Açores, e esteve em todas. Para além de ter marcado o golo da vitória leonina, de cabeça, Acuña foi o mais rematador da partida, com cinco disparos, três deles enquadrados, e ainda criou duas ocasiões flagrantes em três passes para finalização e teve sucesso em três de sete cruzamentos.

Dyego Sousa (Sp. Braga) 7.5 – Mais um jogo de grande nível do ponta-de-lança brasileiro, que está a realizar uma temporada extraordinária, como tivemos oportunidade de analisar num artigo dedicado (link). Ante o V. Setúbal, Dyego marcou os dois golos da sua equipa, em três remates, dois enquadrados, numa demonstração de grande eficácia.

Fechamos com os jogadores que lideraram o nosso “barómetro” de variáveis nesta jornada:

GoalPoint-Tops-Jornada-9-LIGA-NOS-201819-infog
Clique para ampliar

 

São estes os melhores da 9ª jornada da Liga NOS 18/19, parabéns!

Confira, jogo a jogo, os números que justificam a eleição dos melhores, na tabela de acompanhamento dos jogos GoalPoint, actualizada poucos minutos após o término de cada encontro da Liga NOS! Pode também encontrar todo o histórico da época neste “link”.

LIGA NOS | J9STATGPRMVP
1-3
1-1
0-2
0-0
2-4
1-2
2-1
3-3
1-2