Esta semana desafiamo-lo a acertar no máximo número de MVPs GoalPoint Ratings da próxima jornada, num passatempo exclusivo. A Bet.pt junta-se ao desafio e oferece-lhe um “prémio de campeão” caso vença. E para rematar ainda oferecemos dicas, ao revelarmos hoje os jogadores que, a duas jornadas do final da Liga NOS 18/19, amealharam mais eleições de Melhor em Campo GoalPoint, em cada clube. E porque uma imagem vale mais do que mil palavras, avançamos de imediato para o quadro-resumo, seguido de algumas curiosidades.

GoalPoint-Top-MVPs-Liga-NOS-201819-infog
Clique para ampliar
  • O líder deste ranking é tudo menos uma surpresa. Bruno Fernandes lidera, destacado, e não só já não será ultrapassado como o único jogador que o pode alcançar é o benfiquista Pizzi, mas para isso tem que amealhar duas eleições e aguardar que Bruno subitamente perca a inspiração.
  • Sete das dez eleições do médio leonino foram obtidas nas últimas 11 jornadas, sinal da fase “escaldante” que o Melhor Jogador do Mês GoalPoint de Março e Abril vem vivendo. Ao todo, os “leões” foram nomeados 24 vezes em 32 jornadas e Bruno reclama 41,6% desse pecúlio.
  • No Benfica mora um jogador que, não liderando este ranking nas “águias”, seria líder em qualquer outro emblema. Falamos de Rafa Silva, que com seis MVPs é o terceiro jogador mais premiado da Liga e pode ainda alcançar Pizzi.
  • O Porto é, dos “grandes”, o que apresenta a distribuição mais “democrática” dos seus 26 MVPs: para lá do destacado Corona (5) surge o equilíbrio, com Óliver e Otávio a somarem três e cinco “dragões” a totalizarem duas nomeações cada.
  • O bracarense Dyego Sousa começou fortíssimo, com três prémios nas três primeiras jornadas da Liga, mas o último MVP que arrecadou sucedeu à 13ª jornada. Ainda assim lidera entre os “arsenalistas”.
  • Dos vários guardiões presentes salientamos Charles. O Marítimo garantiu na última jornada a permanência e bem pode aplaudir a boa recta final do guardião brasileiro, que obteve quatro dos seus cinco prémios nas últimas dez rondas.
  • Em Portimão reina o equilíbrio, com Tabata, Jackson e Jadson a amealharem dois MVPs cada. Mas a curiosidade algarvia é outra: é que qualquer um deles terá de somar dois prémios até final para ultrapassar aquele que ainda é o líder da época, mesmo tendo já partido há muito: Shoya Nakajima (3).

Depois destas dicas… o que esperas para aceitar o nosso desafio e mostrares que percebes disto, ganhando até 500€ em apostas na Bet.pt?
Clica neste link para participar, boa sorte!