Carlinhos (Estoril Praia)

GoalPoint-Apostas-1718-Carlinhos-Estoril

Chegou a Portugal a meio da época passada, vindo do campeonato suíço, para ajudar o Estoril na luta pela manutenção, e a prova foi mais que superada. Fazendo dupla de ataque com Kléber ou actuando um pouco mais recuado, Carlinhos somou três golos e duas assistências em apenas 799 minutos de Liga NOS, e ainda marcou na Luz para a Taça de Portugal.

A excelente segunda volta do brasileiro terá agradado aos responsáveis do Benfica, que chegaram a considerar a sua contratação no defeso, mas Carlinhos vai mesmo recomeçar a época no Estoril, pelo qual renovou contrato, e espera-se que dê sequência ao que fez em 16/17.

No que toca às características ofensivas, o brasileiro de 23 anos é um jogador completo. Visão de Jogo, qualidade técnica e uma excelente capacidade de remate vão fazer as delícias de quem aprecia bom futebol, sendo que, com a saída de Mattheus, é provável que Carlinhos assuma as bolas paradas e os seus números melhorem ainda mais.

Stéphane Sparagna (Boavista)

GoalPoint-Apostas-1718-Sparagna-Boavista

Com as saídas de Philipe Sampaio (Rússia) e Lucas (Ecuador), o Boavista viu desfazer-se por completo a dupla de centrais titular da época passada. Nesse sentido, os responsáveis do Bessa mexeram-se rápido no mercado e trouxeram para os seus lugares os brasileiros Robson e Raphael Rossi, mas também este francês.

Formado no Marselha e com história nas selecções jovens francesas, Stéphane Sparagna chegou a fazer 12 jogos na Ligue 1 ao serviço do clube marselhês e chega ao Boavista aos 22 anos, depois de uma época de empréstimo ao Auxerre, onde esteve em bom nível.

Trata-se de um central que trata bem a bola, não tem medo de ir aos duelos pelo ar ou pelo chão e lê bem o jogo em antecipação. Tendo em conta a sua idade e as suas qualidades, Sparagna dificilmente ficará no Boavista mais do que uma época.

Bruno Xadas (Braga)

GoalPoint-Apostas-1718-Xadas-Braga

Melhor jogador português no último mundial de sub-20, onde até foi elogiado por Pablo Aimar, Xadas só tem um grande desafio para 17/18: encontrar espaço para se mostrar. Com dois craques como Pedro Santos e Fábio Martins nas alas, a tarefa não será fácil, mas Xadas pode alinhar também no centro do terreno, e só tem de se mostrar nas oportunidades que Abel Ferreira lhe for dando.

Com apenas 18 anos, o jovem português já era titular na equipa B arsenalista, tendo apontado 11 golos nos 30 jogos em que actuou ainda antes de terminar a época com a equipa A. Aí fez quatro jogos em 2016/17, já com Abel Ferreira, que bem o conhece.

Jogador de fino recorte técnico, Xadas não abusa das iniciativas individuais, mas fá-lo com classe e certeza sempre que as tenta, preferindo brilhar nos passes para desmarcação ou nos remates de longe com o seu pé esquerdo, outro dos seus grandes recursos. Se não for esta época, será na próxima. Xadas é craque de selecção, e irá “explodir”, mais cedo ou mais tarde.

Óscar Estupiñán (Vitória Guimarães)

GoalPoint-Apostas-1718-Estupinan-Guimaraes

Jogador com nome feito no seu país-natal, causou até alguma estranheza o facto de o Vitória de Guimarães ter conseguido trazê-lo para Portugal. Com apenas 20 anos, Estupiñán já conta com 18 golos no campeonato colombiano, e consta que chegou a ser pretendido pelo Barcelona na época passada. Acabou em Guimarães, onde já começou a mostrar na pré-época as suas enormes qualidades.

Muito batalhador, forte nos duelos aéreos e no jogo de cabeça, assim como na finalização com o seu pé esquerdo, o colombiano tem potencial para fazer com que os adeptos vimaranenses depressa esqueçam Tiquinho Soares ou Marega.

Ainda tem de melhorar na sua movimentação sem bola, caindo demasiadas vezes em fora-de-jogo quando tenta fazer movimentos de ruptura, mas, depois de adquiridos esses conceitos tácticos que, naturalmente, ainda lhe faltam, estará aqui um caso sério no futebol português.

> NA PRÓXIMA PÁGINA: AS APOSTAS PARA OS “TRÊS GRANDES”