Liga NOS | O melhor XI luso à 24ª jornada! 🇵🇹

-

A Liga NOS entrou em pausa, devido aos compromissos das selecções nacionais. Portugal inicia a sua participação no Grupo A de apuramento da zona europeia para o Mundial de 2022, no Qatar, com triplo compromisso, ante Azerbaijão, Sérvia e Luxemburgo, pelo que, aproveitando a “onda patriótica” destes momentos, nada como olhar para o nosso campeonato e identificar o melhor “onze” GoalPoint Ratings de jogadores portugueses (vide nota metodológica, no final do artigo), quando estamos na 24ª jornada da prova – futebolistas com mais de 1080 minutos de utilização, ou seja, metade do total possível.

Sem delongas, conheça a equipa de “tugas” que mais se tem destacado esta temporada, com realce para a presença de quatro jogadores do Sporting, o líder isolado da tabela, dois deles a merecerem chamada à Selecção campeã da Europa por parte de Fernando Santos.

GoalPoint-Onze-Luso-J24-Liga-NOS-202021-infog
Clique para ampliar

  • Bruno Varela (Vitória SC) 5.86 – A saída da Bruno Varela de Portugal, emprestado pelo Benfica ao Ajax, foi tudo menos um mar de rosas, uma vez que o guardião acabara de perder a titularidade na formação “encarnada”, passando mesmo a terceira escolha. A aventura holandesa também não correu bem e, duas épocas depois, chegou a Guimarães a título definitivo. No “Castelo”, Varela tem mostrado a sua melhor versão e agarra o lugar na baliza do nosso “onze” luso. Dono de 2,9 defesas por 90 minutos, 68% de remates enquadrados travados, Bruno é o guardião com melhor percentagem de defesas seguras (90%).
  • Tiago Esgaio (Belenenses SAD) 5.95 – O lateral-direito dos “azuis” é um dos claros destaques deste campeonato e figurou mesmo nos quatro primeiros “onzes” do mês que elaborámos esta temporada. A sua consistência tem sido à prova de crítica, com destaque para os 2,4 desarmes por 90 minutos, correspondendo a 62% de eficácia nos 3,9 tentados por partida, e é mesmo o defesa português – segundo em termos globais – com mais acções defensivas no primeiro terço (6,7).
  • Luís Neto (Sporting) 5.87 – O experiente central leonino não começou a época como primeira escolha, mas aos poucos foi cimentando a sua importância no emblema leonino, ao ponto de ter sido chamado por Fernando Santos à selecção para os jogos que se avizinham, na sequência da lesão de Pepe. Um regresso à equipa nacional que os números justificam. Neto é o central português, de raiz, com mais desarmes por 90 minutos (1,8), o segundo com melhor percentagem de duelos aéreos defensivos ganhos (62%) e, no global de nacionalidades, é o defesa com mais intercepções, nada menos que 2,9.

  • João Vigário (Nacional) 5.96 – A presença do lateral-esquerdo do Nacional no “onze” de Fevereiro retira surpresa a este destaque. Vigário tem feito uma época em crescendo, um pouco em contraciclo com o desempenho colectivo dos insulares. O defesa é o segundo lateral luso com mais alívios (2,7), atrás de Tiago Esgaio, e entre defesas portugueses é o que regista mais bloqueios de passe (1,3), passes para finalização (1,7) e ocasiões flagrantes criadas (0,6), algo que lhe permite somar duas assistências.
  • João Palhinha (Sporting) 6.28 – Os adjectivos começam a ser escassos para descrever a época do “trinco” leonino. Palhinha é, talvez, o mais importante jogador do Sporting na caminhada até agora triunfal na Liga, abarcando uma área de terreno incrível em termos defensivos, mas contribuindo também para os momentos ofensivos. Segundo jogador com mais desarmes na Liga por 90 minutos (3,9), o “leão” é o segundo português da posição em intercepções (1,8), o primeiro em bloqueios de passe e é, de todos os futebolistas do nosso campeonato, aquele com melhor registo de acções defensivas no meio-campo adversário (3,2), o segundo no terço intermédio (4,0) o terceiro no último terço (1,3).

GoalPoint-Portuguese-Primeira-Liga-2018-João-Palhinha-5-infog
Clique para ampliar

  • Sérgio Oliveira (Porto) 6.75 – A alma e o coração do “dragão” esta temporada, na Liga NOS e também na Europa, e um dos dois “tugas” com melhor rating até ao momento. O médio do Porto leva 11 golos e cinco assistências no campeonato, contribuindo para 37% dos golos do Porto enquanto está em campo. Médio-centro com melhor média de remates (2,3) e enquadrados (1,0) por 90 minutos, é o terceiro médio em passes para finalização (2,0) e o que regista mais ocasiões flagrantes criadas (0,4).

GoalPoint-Portuguese-Primeira-Liga-2018-Sérgio-Oliveira-5-infog
Clique para ampliar

  • Pedro Gonçalves (Sporting) 6.75 – “Pote” é o outro jogador com melhor rating entre os portugueses nesta fase, sendo uma das grandes figuras da Liga e o melhor marcador até ao momento, com 15 golos. Na soma com as (3) assistências, Pedro Gonçalves contribuiu para 46% dos golos que o Sporting marcou enquanto o jogador esteve em campo e no remate, entre os que começaram a época em Alvalade, é o que apresenta mais disparos por 90 minutos (2,6), assinando a melhor taxa de conversão de remates da Liga, com 28%.

GoalPoint-Portuguese-Primeira-Liga-2018-Pedro-Gonçalves-5-infog
Clique para ampliar

  • Rafa Silva (Benfica) 6.46 – Mesmo no pior período das “águias”, Rafa Silva foi sempre um dos jogadores a manter um nível bom, mas nesta fase em que a equipa de Jorge Jesus parece entrar finalmente nos “eixos”, o extremo luso tem sido um dos melhores. Esta época, o veloz atacante soma quatro golos e outras tantas assistências, mas é nos desequilíbrios que causa que tem sido a mais-valia para os homens da Luz. Ninguém tenta mais dribles (7,9) e nenhum outro jogador da nossa Liga completa mais (4,2), correspondendo a 58% de sucesso. E entre portugueses é o terceiro que mais ocasiões flagrantes cria (0,4) e o segundo em passes ofensivos valiosos (6,2).

GoalPoint-Portuguese-Primeira-Liga-2018-Rafa-Silva-5-infog
Clique para ampliar

  • Nuno Santos (Sporting) 6.22 – E chegamos ao quarto jogador do Sporting neste “onze”. Contratado esta temporada ao Rio Ave, o extremo tem sido um dos jogadores mais importantes na equipa de Rúben Amorim, com golos, assistências, desequilíbrios ofensivos e velocidade. À 24ª jornada conta com seis golos e quatro assistências, sendo o terceiro português em passes para finalização (2,1) e o extremo luso com melhor taxa de conversão de remates (20%).
  • Ricardo Horta (Braga) 6.07 – O homem mais adiantado acaba por ser um jogador que tem actuado na posição, mas nem é essa a sua original. Ricardo Horta tem sido, nos últimos anos, um dos mais importantes jogadores bracarenses e continua a assumir-se como tal. Em 22 jogos esta temporada vai com oito golos e três assistências, excelentes 2,8 remates por 90 minutos, 2,4 dos quais de bola corrida, é o segundo português em remates enquadrados (1,3, atrás dos 1,5 de Beto Betuncal) e entre os homens mais adiantados é o que regista mais passes para finalização (1,8).

Menções honrosas

Entre os melhores neste período, mas que, por uma ou outra razão, não couberam neste “onze”, estão estes craques:

  • Iuri Medeiros (Braga) 6.75 – Uma lesão grave travou-lhe uma época que estava a ser de grande nível e limitou a sua utilização a 943 minutos, pelo que fica de fora, embora registe a mesma nota dos dois melhores. Tem cinco golos e duas assistências à 24ª jornada.
  • André Castro (Braga) 6.49 – Outro jogador do Braga em destaque, e também a conta com problemas físicos nesta altura, falhando também uma presença devido ao número de minutos jogados.
  • João Mário (Sporting) 6.28 – O regresso do médio a Alvalade tem sido pautado por uma regularidade espantosa, sendo uma pedra basilar dos “leões”. Ainda assim não o suficiente para desalojar Sérgio Oliveira.
  • Afonso Taira (Belenenses SAD) 6.17 – O “rei” dos desarmes na Liga, com 4,7 por 90 minutos, esbarra na grande época de Palhinha.
  • Rochinha (Vitória SC) 6.17 – O extremo vimaranense brilha intensamente no drible (7,1 tentados, 3,7 eficazes) e é o jogador mais travado em falta (3,9), mas Rafa e Nuno Santos impedem-no de entrar no “onze”.
  • Pedro Trigueira (Tondela) 5.99 – O guardião dos “beirões” é o que mais defesas soma a cada 90 minutos (3,7) e até tem melhor rating que Varela, mas só 798 minutos de utilização.
  • Nuno Mendes (Sporting) 5.88 – A jovem estrela leonina vai mantendo a consistência das suas exibições, contudo a grande época de Vigário tira-lhe um lugar. Mas vai estar na Selecção!

Parabéns aos eleitos!
Descobre outros “onzes” GoalPoint neste link.

Nota metodológica: O “onze” foi elaborado de acordo com o GoalPoint Rating médio dos jogadores que cumpriram mais de 1080 minutos na Liga NOS, no período em questão (720 os presentes nas menções honrosas). Jogadores naturalizados apenas são tidos em conta a partir do momento em que são convocados pela Selecção de Portugal.

TotoRating Banner

GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.